Topo

Esporte

Doria reafirma que passará Pacaembu e Interlagos à iniciativa privada

MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO
João Doria, prefeito eleito de São Paulo Imagem: MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, em São Paulo

03/10/2016 17h36

O prefeito eleito João Doria (PSDB) reafirmou nesta segunda-feira (3), um dia após vencer no primeiro turno a eleição municipal em São Paulo, que vai passar à iniciativa privada dois patrimônios públicos ligados ao esporte: o estádio do Pacaembu e o autódromo de Interlagos.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o tucano explicou que o Pacaembu será alvo de uma concessão (transferência temporária à iniciativa privada dos direitos de uso e exploração do estádio), enquanto Interlagos será privatizado (vendido permanentemente ao setor privado).

"É gostoso assistir futebol no Pacaembu, mesmo com as novas arenas, mas ele custa R$ 40 milhões a cada gestão. Ele pode ter uma concessão, não uma privatização. E no caso do autódromo, com a privatização, eventos futuros que acontecerão lá serão melhor organizados", disse Doria.

Já à Globonews, o prefeito eleito disse que o Parque de Interlagos continuará aberto ao público após a privatização. Segundo Doria, o autódromo é deficitário e a prefeitura espera uma receita inicial de até R$ 8 bilhões com as privatizações, que incluirão também o parque do Anhembi.

No plano de governo de Doria, ele já anunciava a intenção de "estudar modelagens de parcerias com a iniciativa privada para definir novos usos e ampliar investimentos em equipamentos como o Estádio do Pacaembu, Complexo Anhembi, Autódromo e Kartódromo de Interlagos, Jóquei Clube e outros".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte