Esporte

Ronaldo compra agência e retoma carreira de empresário após fim da 9ine

Reprodução
Ronaldo no Resenha ESPN Imagem: Reprodução

Guilherme Costa

Do UOL, em São Paulo

06/01/2017 20h41

A despeito do encerramento da 9ine, agência que havia fundado em 2011, o ex-jogador Ronaldo Nazário, 40, não desistiu do mundo dos negócios. O “Fenômeno” comprou a operação brasileira da Octagon, empresa que atua fundamentalmente com esporte e entretenimento. A notícia foi publicada pela “Folha de S.Paulo” e confirmada posteriormente pelo UOL Esporte.

“Começo 2017 com uma nova conquista, preparado para o desafio de empreender no país, com um time de profissionais de extrema competência. É como me sinto vestindo a camisa da Octagon Brasil, assumindo o controle da operação da agência de marketing esportivo e entretenimento que é líder nacional no segmento. Eu acredito no potencial brasileiro e sonho em colocar o marketing esportivo e de entretenimento em outro patamar, apostando em novos setores e formatos”, escreveu Ronaldo na rede social Instagram.

“Foi com a 9ine que entrei em campo pela primeira vez. Foram cinco anos aprendendo, crescendo e amadurecendo com os erros e acertos de uma empresa nova e uma equipe entusiasmada, pela qual tenho respeito e gratidão. Dou início agora a um novo capítulo como empresário, à frente de uma agência com dez anos de estrada”, continuou o ex-jogador.

Inicialmente, a ideia do negócio é que Ronaldo funcione apenas como um investidor e que tenha pouca influência na gestão. O dia a dia da Octagon seguirá sendo tocado por Gabriel Lima, CEO da agência. Alexandre Leitão e Fred Pollastri, que haviam deixado a operação da empresa para trabalhar com o Orlando City, seguirão como acionistas.

A Octagon será a segunda investida significativa de Ronaldo em marketing esportivo. O jogador havia fundado em 2011 a 9ine, agência criada em parceria com o empresário Marcus Buaiz e com o grupo WPP.

A 9ine chegou a ter um portfólio com atletas como Anderson Silva e Neymar, mas não durou. Ronaldo deixou o dia a dia da operação em 2013 e chegou a ensaiar um retorno em junho de 2016, mas encontrou uma companhia que não tinha clientes corporativos e havia se distanciado muito do core business inicial.

Em julho, Ronaldo, Buaiz e WPP definiram o encerramento das atividades da 9ine. O grupo ficou com uma compensação financeira, e Buaiz saiu da sociedade com alguns dos principais ativos que haviam sobrado. O empresário lançou posteriormente outra agência, a ACT10N, sediada em São Paulo.

Ronaldo ficou com a marca e manteve a ideia de trabalhar com marketing esportivo. Na Octagon, encontrou uma empresa que havia tentado sucessivas mudanças de rumo. Em 2014, a agência trabalhou com seis patrocinadores na Copa do Mundo. Um ano depois, alicerçou grande parte de seus negócios em consultorias. A última investida, ainda em 2015, foi um plano para lançar eventos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo