Esporte

Ingrid consegue bronze em primeira competição internacional após Rio-2016

Marcio Fernandes/Estadao/NOPP
Ingrid Oliveira em prova da plataforma de 10 m Imagem: Marcio Fernandes/Estadao/NOPP

Do UOL, em São Paulo

06/05/2017 20h53

Quase nove meses depois da polêmica participação nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, a saltadora Ingrid Oliveira, 20, voltou a disputar uma competição internacional. E conseguiu, na final disputada neste sábado (06), um dos resultados mais expressivos de sua carreira: a brasileira terminou na terceira posição a disputa da plataforma de 10m no Grand Prix de San Juan (Porto Rico).

Na Rio-2016, Ingrid envolveu-se em uma polêmica com Giovanna Pedroso, parceira dela na disputa de saltos sincronizados da plataforma de 10m. As duas chegaram aos Jogos sem conversar, e a situação ficou ainda pior depois que Ingrid tentou levar um rapaz para o quarto que ambas dividiam na Vila Olímpica.

O COB (Comitê Olímpico do Brasil) e a CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) tinham postura permissiva sobre romances entre atletas no interior da Vila Olímpica, mas a reação de Giovanna transformou o episódio em enorme polêmica. A companheira de Ingrid era menor de idade (tinha 17 anos) e se recusou a deixar o quarto para o casal. Além disso, relatou o caso às entidades responsáveis pelo Time Brasil.

A reação de Giovanna repercutiu entre os próprios atletas brasileiros. Muitos deles, adeptos de um ambiente mais controlado durante grandes competições, queriam que Ingrid fosse punida. CBDA e COB preferiram lidar internamente com a questão.

Aquela foi a última competição das duas brasileiras como conjunto. Depois, Ingrid resolveu priorizar os saltos individuais – ela chegou a dizer, ainda no Rio de Janeiro, que sonhava com uma medalha nos Jogos Olímpicos de 2020, que serão realizados em Tóquio.

Ingrid, aliás, já tinha histórico positivo na prova individual. Na própria Rio-2016, ocupou um nono lugar até a quarta rodada, quando caiu de costas e acabou eliminada.

Neste ano, Ingrid teve bom desempenho na seletiva nacional disputada em Brasília e ratificou classificação para o Grand Prix de Porto Rico. Na prova internacional, somou 275,35 pontos e foi superada apenas pela chinesa XIn Liu (340,60) e pela francesa Laura Marino (283,70).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo