Topo

Esporte

Volta da França tem cotovelada em destaque do esporte e desclassificação

Do UOL, em São Paulo

04/07/2017 13h54Atualizada em 04/07/2017 15h54

Um acidente polêmico marcou a reta final da quarta etapa da Volta da França, a mais tradicional prova de ciclismo do mundo. O eslovaco Peter Sagan se chocou com Mark Cavendish e derrubou o britânico a 200m da linha de chegada, que acabou colidindo com a barreira de proteção e foi atropelado em seguida por outros dois ciclistas.

Após o incidente, Cavendish acusou Sagan de acertá-lo com uma cotovelada e foi levado ao hospital com uma suspeita de fratura na clavícula. A reclamação foi avaliada pela organização do evento, que anunciou a desclassificação do eslovaco da prova.

“Estava atrás de Demarre (Arnaud, francês) e, então, Sagan apareceu. Me dou bem com Peter, mas não sou fã de ele abrindo seu cotovelo. Acidente é acidente, eu só queria saber sobre o cotovelo”, afirmou Cavandish depois do acidente, em declaração publicada pela “BBC”. O britânico conseguiu completar a etapa, mas saiu com várias lesões e ainda não sabe se terá condições de continuar na prova. 

“Não sabia que Mark vinha atrás. Estava tentando alcançar a roda de Demarre”, justificou Sagan, que pediu desculpas ao britânico. Cavendish é um dos grandes nomes da história da modalidade. Ele já venceu 30 etapas da Volta da França na história, apenas quatro a menos que o belga Eddy Merckx, recordista histórico neste item.

A etapa acabou sendo vencida pelo francês Arnaud Demarre, seguido por Sagan, que acabou perdendo a posição após ser desclassificado. A liderança geral é do britânico Geraint Thomas, seguido pelo compatriota Chris Froome.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte