Topo

Esporte

Ministério convoca presidente interino do COB para esclarecer suspensão

Mauro Pimentel/AFP
Carlos Arthur Nuzman chega à Polícia Federal após ser preso no Rio de Janeiro Imagem: Mauro Pimentel/AFP

Do UOL, em São Paulo

06/10/2017 17h04

O ministério do Esporte convocou o presidente interino do Comitê Olímpico do Brasil (COB) para prestar contas sobre a suspensão aplicada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) nesta sexta-feira (6). Paulo Wanderley se reunirá com o secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento para esclarecer a situação.

A entidade internacional anunciou que Carlos Arthur Nuzman, preso na última quinta-feira (5), e o COB foram suspensos de todas as atividades ligadas ao movimento olímpico. Isso não afeta a participação do país na Olimpíada de Inverno de 2018, na Coreia do Sul. A punição ao COB valerá até que as questões de governança do COB forem direcionadas dentro do Comitê Executivo do COI.

O poder público afirmou que "continuará trabalhando para garantir o apoio aos atletas brasileiros e ao esporte de alto rendimento, dentro de sua missão constitucional". Esportivamente, apesar da suspensão do COB, os atletas brasileiros não devem ser afetados, pois poderão continuar competindo representando o país. O COI aceitará a missão brasileira nos Jogos de Inverno e também nos Jogos Olímpicos da Juventude, ambos no próximo ano.

Confira a nota na íntegra:

Por orientação do ministro Leonardo Picciani, o secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento, Rogério Sampaio, convocou o presidente interino do Comitê Olímpico do Brasil (COB), Paulo Wanderley, para fornecer informações detalhadas sobre a decisão do Comitê Olímpico Internacional (COI). O Ministério do Esporte lamenta os recentes acontecimentos e confia no trabalho das autoridades competentes na apuração das denúncias. O ministério continuará trabalhando para garantir o apoio aos atletas brasileiros e ao esporte de alto rendimento, dentro de sua missão constitucional.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte