Esporte

Conheça a campeã mundial que compete de óculos, é adotada e tem só 1,37m

Minas Panagiotakis/Getty Images
Morgan foi ouro no individual geral e prata na trave no Mundial Imagem: Minas Panagiotakis/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

11/10/2017 04h00

Morgan Hurd é sorridente, tem 16 anos e apenas 1,37m de altura. Os óculos estão no rosto o tempo todo, até para competir. A aparente fragilidade, no entanto, engana. Na última semana, ela surpreendeu a comunidade da ginástica artística ao se tornar campeã mundial no individual geral. Um feito e tanto para uma adolescente que já estava feliz só em disputar a competição.

"Já é uma loucura estar aqui para competir. Então pensar que eu venci é simplesmente o sentimento mais surreal do mundo", declarou Morgan, resumindo o tamanho de sua felicidade no Mundial de ginástica disputado em Montreal, no Canadá.

A menina dos óculos ficou com a última vaga da equipe dos Estados Unidos para o torneio. Ela, inclusive, é nascida na China e foi adotada ainda pequena pela americana Sherri Hurd. Foi a mãe quem a colocou na ginástica aos três anos para ver o que a garota achava da modalidade.

“Tentamos também patinação e futebol, mas ela só queria voltar à ginástica. Como ela sempre foi mais baixa que as crianças de sua idade, achei que a ginástica poderia ser uma boa opção para ela”, contou a mãe ao Flogymnastics.

Minas Panagiotakis/Getty Images/AFP
Imagem: Minas Panagiotakis/Getty Images/AFP

A determinação que a garotinha mostrou ao querer continuar na ginástica é sua marca registrada até hoje. Tanto que, aos 14 anos, ela sonhava disputar a Olimpíada do Rio, mas não conseguiu a vaga. “Eu era muito jovem e foi bom para que eu pudesse evoluir mais”, conformou-se.

Outra marca registrada, esta física, são seus óculos. Morgan compete com eles porque não conseguiu se adaptar às lentes de contato. “Elas ressecavam meus olhos e eu tinha que ficar tirando e colocando as lentes”, explicou. Bem presos à cabeça, os óculos não a atrapalham, como ficou mais que provado no Mundial.

Fã de sua compatriota Simone Biles, o maior fenômeno recente da ginástica artística, Morgan repetiu um feito de sua referência ao se tornar campeã mundial no primeiro ano como ginasta profissional. Além disso, com os 16 anos completados em julho, é a mais jovem campeã mundial ou olímpica no individual geral desde 2010.

Se ficou fora da Olimpíada do Rio, Morgan Hurd agora tem um caminho natural até a Olimpíada de Tóquio. Com seus inseparáveis óculos, ela já passou de surpresa a aposta para a próxima edição dos Jogos, em 2020.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Esporte

Topo