Esporte

Valem o que custam? Mais caros da NFL podem ficar fora de briga por título

AP Photo/Paul Sancya
Matthew Stafford, quarterback do Detroit Lions, é o mais bem pago da NFL Imagem: AP Photo/Paul Sancya

Thiago Rocha

Do UOL, em São Paulo

02/12/2017 04h00

Antes mesmo de a temporada regular da NFL começar, em setembro, dois jogadores se transformaram no centro das atenções. Ao renovarem os seus contratos, Matthew Stafford e Derek Carr, quarterbacks de Detroit Lions e Oakland Raiders, respectivamente, se transformaram nos atletas mais bem pagos da liga profissional de futebol americano. Juntos, receberão US$ 52 milhões (cerca de R$ 170 milhões na cotação do dia) anuais em salários.

Significa, então, que as equipes deles estão sobrando no campeonato, certo? Errado. O risco de Lions e Raiders nem sequer chegarem à fase final da NFL são consideráveis. E podem piorar dependendo dos resultados deste domingo (3), na sequência da 13ª rodada.

Os 32 times da NFL estão espalhados em duas conferências (Americana e Nacional), e cada uma tem quatro divisões (Norte, Sul, Leste e Oeste). Avançam para a pós-temporada os campeões de cada divisão. Entre os que sobraram, as duas melhores campanha de cada conferência se classificam como wild card, uma espécie de vaga na repescagem. Nenhuma dessas vagas seria ocupada por Lions e/ou Raiders atualmente.

O Detroit Lions de Stafford, 29 anos e salário de US$ 27 milhões (R$ 88 milhões) por temporada, está em situação delicada, mas não desesperadora (ainda). Com seis vitórias e cinco derrotas, é o segundo colocado da divisão Norte da Conferência Nacional, e precisará vencer o Baltimore Ravens, fora de casa, para seguir na briga pelo wild card, pelo menos.

AP Photo/Eduardo Verdugo
Derek Carr, quarterback do Oakland Raiders, é o segundo mais bem pago da NFL Imagem: AP Photo/Eduardo Verdugo

Já o Oakland Raiders de Carr, 26 anos e salário de US$ 25 milhões (R$ 81,5 milhões) por temporada, está um pouco mais atrás na disputa, com campanha de cinco vitórias e seis derrotas na divisão Oeste da Conferência Americana. A esperança de reabilitação está depositada no duelo deste domingo, em casa e contra uma das piores equipes do campeonato: o New York Giants.

Dos cinco quarterbacks mais bem pagos, apenas Drew Brees faz campanha destacada, com o New Orleans liderando a divisão Sul da Conferência Nacional - oito vitórias e três derrotas. O experiente jogador, com título de NFL no currículo, ganha salário anual de R$ 24,2 milhões (R$ 78,8 milhões).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo