Esporte

De operário a milionário: como jogar dardo em pub mudou a vida desse inglês

Alex Pantling/Getty Images
Phil Taylor é considerado o maior jogador de dardos da história Imagem: Alex Pantling/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

31/12/2017 04h00

Phil Taylor estudou até os 16 anos e depois trabalhou principalmente com cerâmica, fazendo peças para banheiro. Quando se mudou para perto do pub de um famoso jogador de dardos da Inglaterra, fez desse um de seus passatempos. Logo em seguida, ganhou seu próprio conjunto de dardos da esposa no aniversário de 26 anos. Quatro anos depois, ele era campeão mundial da modalidade.

Agora em seu último ano como jogador, Taylor é considerado o maior nome da história dos dardos. Só em premiações, acumulou mais de R$ 30 milhões, que se somam em sua fortuna aos ganhos referentes a patrocínio e demais receitas da atividade.

Mas tudo isso só começou porque Taylor frequentou o pub certo na hora certa. Foi tomando cerveja e jogando dardos no bar de Eric Bristow, então referência da modalidade na época, que o operário da cerâmica viu a grande oportunidade de sua vida aparecer.

Bristow identificou o talento de Taylor e decidiu apoiá-lo. O acordo era simples: Bristow emprestaria o equivalente a R$ 40 mil para Taylor desde que ele se comprometesse a se dedicar exclusivamente aos dardos, abandonando a fábrica de cerâmica.

De falta de comida aos milhões de dólares

Taylor aceitou a oferta. Começou a disputar campeonatos locais e logo viajou com Bristow para os Estados Unidos. O início lá foi difícil. “Quando fui para Las Vegas, ganhava o suficiente para comprar pão, manteiga e presunto, mas pelo menos eu tinha mais esperança para meu futuro”, contou ele à “BBC”.

Mas não demorou muito para a carreira de Taylor decolar. Seu primeiro título profissional foi em 1988, no Aberto do Canadá, aos 28 anos. Dois anos depois, ele se classificou para o Campeonato Mundial. Ainda não era muito conhecido, mas foi derrotando favoritos em sua campanha até encontrar a maior referência dos dardos na final: Eric Bristow, seu “mestre”.

O resultado? Vitória de Taylor e o primeiro dos 16 títulos mundiais que ele ganharia nas décadas seguintes. No total, Taylor ostenta 85 títulos de Majors e outras 216 conquistas em torneios profissionais, deixando para trás qualquer outro jogador em termos de vitórias.

Se no início o inglês jogava dardos diante de poucas pessoas em um pub, sua realidade se tornou atuar profissionalmente em ginásios com milhares de espectadores. Os prêmios foram de R$ 400 para R$ 1,7 milhão por título. E tudo começou porque esse operário da cerâmica começou a jogar dardos no pub certo na hora certa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo