Topo

Esporte

Suíça se opõe a seleção conjunta das Coreias na Olimpíada de Inverno

Reuters
Coreia do Norte enviará delegação do governo aos Jogos de PyeonChang Imagem: Reuters

Do UOL, em São Paulo

18/01/2018 16h35

A decisão das Coreias do Sul e do Norte de formar uma equipe conjunta para a disputa do torneio feminino de hóquei no gelo nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang recebeu seu primeiro adversário nesta quinta-feira (18). A federação suíça de hóquei no gelo se manifestou contra a medida um dia após os países asiáticos aprovarem a parceria em uma reunião diplomática.

"Uma boa ideia no plano político e diplomático, mas, no plano da igualdade esportiva, isso levanta muitas perguntas", opinou a entidade, em contato com o jornal "L'Equipe".

"Não sei se a equipe coreana será melhor por conta dos atletas norte-coreanos, mas é o risco de criar um precedente. De acordo com a imprensa sul-coreana, a equipe coreana unida poderia ter 35 jogadores enquanto as outras equipes terão apenas 22. Isso representa um problema", criticou Janos Kick, porta-voz da federação.

Uma seleção coreana unida no hóquei no gelo feminino não é uma garantia ainda, pois representantes dos países, do comitê organizador da Olimpíada e do Comitê Olímpico Internacional se reunirão neste sábado, em Lausanne (Suíça), para definir quais modalidades a Coreia do Norte terá direito de participar.

Certo é que a Coreia do Norte desfilará ao lado da Coreia do Sul  sob uma bandeira unificada na cerimônia de abertura dos Jogos. Além disso, 550 norte-coreanos formarão uma delegação que irá à vizinha do Sul.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte