Topo

Esporte

Eagles superam Patriots, faturam Super Bowl pela 1ª vez e conquistam a NFL

Matt York/AP Photo
Philadelphia Eagles havia perdido o título em 1980 e 2004; desta vez, não deixou escapar Imagem: Matt York/AP Photo

Do UOL, em São Paulo

05/02/2018 01h17

O Philadelphia Eagles conquistou o título de 2017 da NFL. No Super Bowl 52 deste domingo, disputado no US Bank Stadium, em Minneapolis, o time da Pensilvânia (vencedor da NFC) derrotou o New England Patriots (representante da AFC) por 41 a 33 e faturou a temporada da principal liga de futebol americano em todo o mundo.

Com a conquista, os Eagles finalmente levantam o troféu que perderam nas edições de 1980 e 2004 do Super Bowl. Os Patriots, por sua vez, deixaram escapar a chance de igualar o Pittsburgh Steelers como a franquia que mais vezes venceu o jogo decisivo. Enquanto os Steelers venceram seis (em 1974, 1975, 1978, 1979, 2005 e 2008), o time de Tom Brady faturou cinco (2001, 2003, 2004, 2014 e 2016).

A conquista é a primeira do time da Filadélfia desde a fusão entre a American Football League (AFL) e a National Football League (NFL) em 1966, criando uma liga que manteve o nome da NFL. Antes da fusão, o time havia conquistado os títulos da NFL em 1948, 1949 e 1960 - nenhuma delas com uma vitória em um Super Bowl.

Atrações musicais antes do jogo

O ator e cantor Leslie Odom Jr. foi escolhido para interpretar a canção America, The Beautiful, acompanhado de um coral infantil, antes do jogo. Na sequência, Pink cantou o hino nacional dos Estados Unidos. Gripada, a cantora superou qualquer falta de voz e foi aplaudida pelo público no estádio.

Tony Gutierrez/AP Photo
Gripada, Pink cantou o hino dos EUA antes da final da NFL Imagem: Tony Gutierrez/AP Photo

Justin Timberlake e o show 'certinho'

O ex-vocalista do Nsync fez o show do intervalo da decisão pela segunda vez, e nem de longe repetiu as polêmicas da estreia em 2004 - na ocasião, apresentou-se ao lado de Janet Jackson, em concerto marcado pela exibição acidental do seio da cantora. Desta vez, apostando em seus sucessos pop, Timberlake teve como ponto alto da apresentação a música I would die 4 u ao lado de um holograma do cantor Prince - no caso, o responsável pelo sucesso de 1984.

Brady some, e Eagles dominam primeiro tempo

No primeiro período, os Eagles abriram 9 a 3, graças ao touchdown do wide receiver Alshon Jeffery no lançamento do quarterback Nick Foles – o time, porém, errou o extra point na sequência. Os Patriots ainda tentaram recuperar terreno, mas foram para o segundo período em desvantagem.

No período sequinte, os Patriots tiveram a chance de diminuir o prejuízo logo de cara, mas a tentativa de field goald de Stephen Gostkowski acertou a trave. Para dificultar ainda mais, o running back LeGarrette Blount conseguiu uma corrida de 21 jardas e anotou mais um touchdown: 15 a 3.

Com Tom Brady bem marcado, os Patriots voltaram a pontuar em um field goal de 45 jardas convertido por Gostkowski, diminuindo o prejuízo para 15 a 6. O lance parecia ter acordado a equipe, que foi a 15 x 12 no placar após um touchdown de James White - seu quarto nos dois últimos Super Bowls.

Mas os Eagles conquistaram terreno. No fim, com um ataque a uma jarda da endzone, Trey Burton passou e Nick Foles entrou livre para marcar mais um touchdown. Com o 'extra point" convertido, o time da Filadélfia foi para o intervalo com uma vantagem de 22 a 12.

Patriots reagem no 2º tempo, mas fumble atrapalha

O segundo tempo começou com um touchdown de Rob Gronkowski logo nos primeiros lances para os Patriots. A diferença novamente caiu para três pontos, com 22 a 19 no placar. No entanto, os Eagles logo fizeram outro touchdown, desta vez com Corey Clement. A arbitragem precisou verificar as imagens para garantir que o running back não havia perdido o controle da bola.

De novo dez pontos atrás (29 a 19), os Patriots seguiram em seu jogo de gato e rato. Desta vez, com um touchdown de Chris Hogan e com o ponto extra, chegaram a 29 a 26. Mas eis que veio mais um field goal dos Eagles para abrir o quarto período e o placar se dilatou de novo - desta vez, para 32 a 26.

Diante da reação do terceiro período, os Patriots empataram o jogo em 32 a 32, graças a um mais touchdown de Rob Gronkowski recebendo um passe de quatro jardas. Com o "extra point", chegou a 33 a 32 e assumiu a liderança do placar pela primeira vez no jogo.

A pouco mais de 2 min do fim, Zach Ertz conquistou mais um touchdown para os Eagles, que viraram para 38 a 33 após nova vistoria da arbitragem nas imagens. Os Patriots ainda podiam reagir, mas Tom Brady sofreu um fumble e deixou sua equipe com poucas chances de reação. Com um field goal de Jake Elliott, os Eagles ainda chegaram a 41.

Brady e companhia ainda tentaram conquistar jardas no fim do jogo, mas era tarde demais: o título já era do Philadelphia Eagles.

Mais Esporte