Topo

Basquete

Técnico dos Spurs diz que EUA são um país racista e chama Trump de covarde

AP Photo/Brandon Dill
Gregg Popovich, técnico do San Antonio Spurs Imagem: AP Photo/Brandon Dill

Do UOL, em São Paulo

13/02/2018 20h10

O técnico Gregg Popovich afirmou que os estadunidenses vivem em “um país racista”. A declaração do treinador do San Antonio Spurs, da NBA, foi dada após ser questionado sobre sua opinião sobre o “Mês da História Negra”, campanha feita pela liga de basquete dos Estados Unidos.

“Penso que é bastante óbvio. A liga é composta por muitos negros. Homenagear e entender é bastante simples. Como você poderia ignorar isso? Mas o mais importante: vivemos em um país racista que ainda não descobrir, e é sempre importante chamar a atenção para isso, mesmo se irritar algumas pessoas”, disse o treinador, em aspa divulgada pelo “USA Today”.

Para o treinador, é importante deixar sempre evidente a desigualdade racial presente nos Estados Unidos, como maneira de resolver o problema. “A questão é que você precisa manter em frente ao nariz de todo mundo, para que entendam que ainda não foi resolvido e que temos muito trabalho a fazer”.

O Mês da História Negra é um evento anual realizado no Canadá, Estados Unidos e Reino Unido. A celebração tem como objetivo lembrar figuras e feitos históricos da cultura negra.

Na mesma entrevista, Popovich ainda chamou o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de “covarde sem alma, que pensa que precisa diminuir os outros para ser grande".

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!