Topo

Esporte

Japonesa deixou o snowboard e virou atriz pornô. Agora, quer retornar

Agence Zoom/Getty Images
Talento precoce do esporte, Melo Imai (centro) deixou o esporte e virou personalidade conhecida no entretenimento japonês Imagem: Agence Zoom/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

21/02/2018 04h00

Em 2006, Melo Imai era uma jovem snowboarder japonesa que iria disputar pela primeira vez os Jogos Olímpicos de Inverno, disputado naquele ano em Turim (Itália). Desde então, virou modelo, personalidade da TV local e até participou de filmes pornográficos. Hoje, aos 30 anos, quer apenas voltar ao esporte em alto nível.

Na Olimpíada de Inverno de 2006, Melo Imai era uma das apostas de medalha da delegação japonesa. Profissional desde os 12 anos, a atleta era treinada pelo pai, o ex-jogador de vôlei Takashi Narita, e vinha de conquistas importantes, como o Campeonato Mundial júnior em 2002.

No entanto, uma lesão abdominal durante a disputa em Turim pôs tudo a perder: com notas baixas na qualificação, ficou com a última colocação entre as 34 atletas do halfpipe, fora da final. A medalha de ouro ficou com a norte-americana Hannah Teter, à frente da compatriota Gretchen Bleiler e da norueguesa Kjersti Buaas. À japonesa, restou chorar.

Adam Pretty/Getty Images
Apesar da expectativa, Melo Imai deixou a Olimpíada de Inverno de 2006 com uma lesão e o último lugar; pouco tempo depois, abandonou o esporte Imagem: Adam Pretty/Getty Images
O peso do resultado foi grande para Imai. Mesmo pressionada pelo pai e pela fama recente, a snowboarder deixou a carreira após competições nacionais em 2008.

“Para muitos atletas, as Olimpíadas são o ápice de suas carreiras. Para mim, foi um pesadelo”, contou a atleta em entrevista à revista Tokyo Weekender publicada em janeiro. “Não digo isso apenas pela lesão e pela eliminação. A experiência toda foi terrível. A caminho dos Jogos, eu tinha um medo constante de fracassar, como uma sensação sufocante. Foi sempre assim ao longo da minha carreira”, acrescentou.

O renome conquistado no país, porém, valeu a ela convites. No Japão, ela se tornou uma tarento - nome dado a personalidades que são famosas apenas por serem famosas. Nos anos seguintes, tornou-se figura fácil na TV local e passou a investir na carreira de modelo fotográfica, em especial para revistas masculinas.

A grande reviravolta, porém, veio no primeiro semestre de 2017. Com dois filhos pequenos, aceitou convites para participar de filmes pornográficos. Em maio, foi lançado Snow Drop. No longa-metragem da produtora Muteki, Imai interpreta uma mulher de “corpo atlético feito de aço, que foi treinada a nível mundial – e que, enfim, descobre o sexo”.

Divulgação
Em 2017, Imai protagonizou o filme pornográfico 'Snow Drop' Imagem: Divulgação

A mudança na carreira, porém, ajudou também como terapia para Imai, que revelou em 2016 ter sido vítima de abuso sexual aos 17 anos. “Eu costumava ser muito tímida e sentia que sempre precisava cobrir meu corpo”, contou à revista. “Isso é algo que mudou nos últimos anos. Desde que comecei a trabalhar como modelo fotográfica, eu comecei a acreditar muito mais em mim”, acrescentou.

Hoje, Imai não se arrepende das opções feitas, tanto no esporte quanto no entretenimento – ela conta que chegou a ganhar 8,2 mil dólares (cerca de R$ 26,7 mil em valores atuais) para comparecer a uma festa após abandonar as competições. Mas após se aventurar nos filmes e reconquistar sua confiança, quer voltar ao snowboarding.

“Fale comigo e você vai ver que nem tudo é negativo em minha vida. Eu gosto de meu trabalho como modelo e estou de volta ao snowboarding. Também estou ensinando o esporte a vários tipos de pessoas, incluindo meu filho e minha filha. Quero que seja divertido sem colocar pressão sobre eles – exatamente o contrário do que fui ensinada”, desabafou a atleta.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte