Topo

Esporte

Brasileiro leva multa de R$ 40 mil por usar malha indevida na Fórmula E

Zak Mauger/LAT Images/FIA Formula E via Getty Images
Lucas Di Grassi na Fórmula E Imagem: Zak Mauger/LAT Images/FIA Formula E via Getty Images

Do UOL, em São Paulo

18/03/2018 22h11

O brasileiro Lucas Di Grassi recebeu uma punição no mínimo inusitada na Fórmula E. Após a etapa de Punta del Este, no Uruguai, no último sábado (17), o piloto foi multado em 10 mil euros (cerca de R$ 40 mil) por usar uma malha não permitida pelo regulamento da categoria. O acessório é usado pelos pilotos por baixo do macacão.

"Após verificar as roupas, capacete e HANS (dispositivo de segurança) dos pilotos, foi descoberto que o piloto (Di Grassi) usou malha que não era à prova de fogo, o que não é permitido pelo código internacional do esporte", informou a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) por meio de boletim. A entidade divulgou também que Di Grassi "se desculpou" pelo equívoco.

A justificativa de Di Grassi para o erro foi igualmente curiosa. O brasileiro explicou que precisou trocar de malha depois de já ter usado todos as peças à prova de fogo.

"Eu não queria usar uma malha molhada, então decidi usar uma nova", explicou o piloto. "Não pensei que essa questão da malha causaria problema. Mas é claro que devo estar ciente de que eu deveria usar durante uma corrida."

Esta não foi a única punição sofrida por Lucas Di Grassi em Punta del Este. O brasileiro havia conquistado a pole position, mas teve que largar da segunda posição após uma manobra considerada ilegal pelos fiscais. 

Na corrida, Di Grassi, que é o atual campeão da categoria, terminou na segunda colocação.

Mais Esporte