Topo

Fofura


Simba Cam: Brincadeira inspirada em Rei Leão ganha popularidade no esporte

Torcedores participam da
Torcedores participam da 'Simba Cam' em jogo de basquete Imagem: Reprodução/UNF Men's Basketball

Lucas Sarti

Colaboração para o UOL

20/07/2019 04h00

Esqueça a "Câmera do Beijo". A nova moda em eventos esportivos, principalmente nos Estados Unidos, é a "Simba Cam". Basta tocar uma das músicas características do filme "O Rei Leão", de 1994 e que ganhou uma versão live action nos cinemas essa semana, para pais e mães aproveitarem o momento e replicarem a icônica imagem de Rafiki levantando Simba sobre a cabeça.

Basquete, futebol americano, beisebol, não importa o esporte, o momento do intervalo é sempre um show com grandes atrações nos esportes de maior popularidade nos Estado Unidos. Cachorros fazendo malabarismo, cheerleaders animando a plateia e distribuição de prêmios em dinheiro. Com os jogadores no vestiário, as quadras e os campos são tomados por atividades que têm como objetivo entreter o público. E a Simba Cam vem ganhando cada vez mais adeptos.

O Philadephia 76ers, franquia da NBA, principal liga de basquete do mundo, é um dos clubes que tem seu momento em homenagem ao filme "O Rei Leão" nos intervalos. A prática consiste, basicamente, em levantar uma criança o mais alto possível e, em seguida, comemorar - e torcer para seu bebê não chorar.

Mas e quem não tem filho? Calma, tem espaço para todo mundo na brincadeira. Em uma partida do NY Islanders, equipe de hóquei, um torcedor tirou gargalhadas do público ao levantar latas de cerveja.

It is (Simba Cam) Time.

A post shared by Philadelphia 76ers (@sixers) on

A prática é comum na Terra do Tio Sam e tornou-se um dos momentos mais aguardados do "show do intervalo" norte-americano. Um dos precursores da Simba Cam foi Andrelton Simmons, jogador de beisebol que tem o apelido de Simba, em homenagem ao leão dos filmes da Disney. Em 2014, durante uma partida do Atlanta Braves, clube então defendido por Simmons, o shortstop foi levantado por um companheiro de time e ajudou a popularizar o momento "levante seu bebê" nos estádios e arenas dos EUA.

Desde então, a Simba Cam foi tomando outras proporções. O Harlem Globetrotters, equipe de basquete conhecida pela habilidade de seus jogadores, também entrou na brincadeira, mas de um jeito irreverente. Quando a música "Circle of Life" tocou em uma das apresentações dos Globetrotters, um dos jogadores foi até a plateia e tentou levantar um adulto.

A MLB, principal liga de beisebol dos EUA, permite que torcedores levem seus animais de estimação em determinados jogos da temporada, em evento que leva o nome de "Bark in the park", ou "Latidos no campo", em tradução livre para a língua portuguesa. Como já era de se esperar, os donos de pets não perderam tempo e protagonizaram cenas hilárias com a Simba Cam durante os anos.

O momento que homenageia "O Rei Leão" ainda não é tão conhecido no futebol. Uma cena protagonizada por um torcedor do Peñarol, em 2017, chamou a atenção e viralizou nas redes sociais. Nas arquibancadas do estádio Campeón del Siglo, o torcedor levantou um bebê sobre a cabeça e cantou uma música característica da torcida do clube uruguaio. Rafiki estaria orgulhoso.

Confira alguns momentos da Simba Cam:

#SimbaCam #FisherCats

A post shared by ? Tanya ? (@tantastic_23) on