Topo

No vôlei de praia, derrota significa perder Cerimônia de Abertura

Thiago e Oscar no vôlei de praia masculino  - CBV
Thiago e Oscar no vôlei de praia masculino Imagem: CBV

Demétrio Vecchioli

Do UOL, em Lima

24/07/2019 04h00

Participar de um evento como os Jogos Pan-Americanos é muito mais do que a simples disputa por medalhas. Atletas de diversas gerações apontam a oportunidade de conviver com colegas de outras modalidades e estar presente em festas como a Cerimônia de Abertura como momentos únicos na carreira. Por isso, Thiago e Oscar, a dupla brasileira de vôlei de praia em Lima-2019, sabem da importância de passarem invictos pela primeira fase.

Funciona assim: se eles ganharem os três jogos, contra duplas de Costa Rica, Uruguai e Cuba, pulam direto para as quartas de final. Se perderem uma ou duas partidas, precisam disputar a repescagem. Entre uma opção e outra, a possibilidade de estar na Cerimônia de Abertura.

O evento, no Estádio Nacional de Lima, será às 18h de sexta-feira (26). Os jogos da repescagem começam às 10h40 de sábado (27). "Se a gente tiver que jogar a repescagem, com certeza não dá para ir na cerimônia", projeta Thiago. "Se a gente passar direto, acho que ir na cerimônia seria uma coisa legal de se fazer", continua, ressaltando que a liberação final será da comissão técnica.

Aos 36 anos, ele faz sua estreia em eventos poliesportivos como os Jogos Pan-Americanos. Em meio à corrida olímpica, a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) decidiu convocar para o Pan apenas duplas que não estão jogando o Circuito Mundial, abrindo chance para Thiago/Oscar no masculino e Angela/Carol Horta no feminino.

"O clima já é diferente. Você vê atletas renomados treinando, na academia, almoçando, jantando. De outros países, do Brasil. É um clima bem interessante, bem diferente, você se sente especial. Eu conheço todas as pessoas do mundo do vôlei de praia. Aqui, eu não conheço as pessoas da natação, do rúgbi, do basquete...", analisa Thiago.

O vôlei de praia é a primeira modalidade a ter disputas em Lima. Os jogos começam já nesta quarta-feira (24), às 11h (de Brasília) pela manhã no Complexo Pan-Americano de Costa Verde. Thiago e Oscar enfrentam a dupla da Costa Rica na quarta, do Uruguai na quinta e de Cuba na sexta. Angela e Carol Horta têm pela frente times das Ilhas Virgens, do Chile e do México.