Topo

Time Brasil sai de Lima com sua melhor campanha na história do Pan

Judoca Rafaela Silva puxa a fila dos atletas brasileiros na cerimônia de encerramento do Pan de Lima - Alexandre Loureiro/COB
Judoca Rafaela Silva puxa a fila dos atletas brasileiros na cerimônia de encerramento do Pan de Lima Imagem: Alexandre Loureiro/COB

Do UOL, em Lima

11/08/2019 22h47

O Time Brasil fechou o Pan de Lima-2019 com a melhor campanha de sua história. Estabeleceu recordes não só no número de ouros, com 55, como no total de medalhas, com 171, para garantir a segunda posição geral, algo que não acontecia desde São Paulo-1963.

Todas essas façanhas ganham uma expressão ainda maior quando consideramos que a delegação brasileira enviada à capital peruana é sensivelmente menor em comparação com as últimas edições dos Jogos Pan-Americanos. Essa delegação teve, então, sua jornada mais eficiente na média de quantidade de pódios por atleta.

Agora a chave virou para um desafio muito maior, porém: a Olimpíada de Tóquio-2020. Os dirigentes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) sabem que o sucesso no Pan não se traduz automaticamente.

"Temos completa consciência da realidade do Pan e o que são os Jogos Pan-Americanos. Alcançamos nossos objetivos aqui. Vamos avaliar tudo que tem que ser feito para a gente chegar em Tóquio em condições de competir em alta performance. Sabemos o degrau que nós estamos e as dificuldades que vamos enfrentar para Tóquio", afirmou Jorge Bichara, diretor de Esportes do comitê.

Até Lima, a melhor campanha brasileira havia sido realizada em casa, no Rio de Janeiro-2007, com 52 ouros e 157 pódios. Estendendo a comparação, em Guadalajara-2011, foram 48 e 141, respectivamente. Assim como em Toronto-2015, 42 e 141.