Topo

Esporte


Tragédia na Moto2: piloto japonês morre em grave acidente em San Marino

05/09/2010 10h51

MISANO, Itália, 5 Set 2010 (AFP) -O piloto japonês Shoya Tomizawa morreu em consequência dos ferimentos sofridos após um grave acidente na prova de San Marino da Moto2, neste domingo.

O piloto de 19 anos caiu da motocicleta quando era pressionado pelo italiano Alex de Angelis e sofreu um atropelamento brutal na volta 12 da prova.

Sem espaço para desviar, os pilotos que disputavam posição com Tomizawa, Angelis e o britânico Scott Redding, atropelaram Tomizawa. O japonês foi jogado a 40 metros de distância, sofreu múltiplas fraturas e não resistiu aos ferimentos.

Tomizawa foi levado para o hospital Riccione, mas chegou ao local com múltiplos traumatismos no crânio, tórax e abdome, além de hemorragia internas.

"Estava feliz e depois me contaram sobre a morte, o que abriu um grande buraco em mim", declarou o espanhol Dani Pedrosa, que venceu a prova da MotoGP.

"Quando acontecem coisas como estas nada mais importa", afirmou o italiano Valentino Rossi ao saber da notícia.

"Vi o acidente na televisão e foi terrível. Pensava que estava morto. Shoya era feliz e simpático", acrescentou Rossi.

O espanhol Jorge Lorenzo, líder do Mundial de MotoGP, também manifestou tristeza. "É melhor não falar nada sobre a corrida", disse.

Tomizawa era o sexto colocado do Mundial de Moto2. Ele venceu o GP do Qatar e foi o segundo colocado no GP espanhol de Jerez de la Frontera.

A última morte de um piloto em um Grande Prêmio havia sido a do japonês Daijiro Kato, 24 anos, no circuito nipônico de Suzuka em abril de 2003

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte