Topo

Esporte

Morre Thierry Roland, popular narrador esportivo da tv francesa

16/06/2012 15h43

PARIS, 16 Jun 2012 (AFP) -O jornalista esportivo francês Thierry Roland, conhecido por ter narrado partidas de futebol durante mais de 50 anos e que cobriu 13 Copas do Mundo e 9 Eurocopas, morreu aos 74 anos de idade após ter sofrido um derrame cerebral na madrugada deste sábado, informou à AFP o canal M6.

A voz mais conhecida do jornalismo esportivo da França, com uma aura que pode ser comparada a de Galvão Bueno no Brasil, Roland também era famoso por deslizes polêmicos.

Em 1976, ele chegou a chamar de "safado" um árbitro escocês que marcou um pênalti contra a seleção francesa nos minutos finais de uma partida com a Bulgária.

Em 1986, foi acusado de racismo ao questionar a escalação de um árbitro tunisiano para a partida entre Argentina e Inglaterra nas quartas final da Copa do Mundo, no México, na qual Maradona usou a polêmica 'mão de Deus' para fazer um gol na vitória por 2 a 1 dos argentinos.

Já na final da Copa do Mundo de 1998, na qual a França derrotou o Brasil por 3 a 0, afirmou ao vivo no ar que, "depois disso, podemos morrer tranquilos".

Ele acabou falecendo 13 anos depois, sem poder narrar sua última grande competição, a Eurocopa-2012, que desistiu de cobrir em razão dos seus problemas de saúde.

"Era um apaixonado por esporte, sua morte nos entristece muito", comentou o treinador atual da seleção francesa, Laurent Blanc.

O ex-craque Michel Platini, presidente da União Europeia de Futebol (UEFA), declarou que Roland tinha sido ligado a grandes episódios da sua carreira e chamou-o de "amigo".

Mais Esporte