Topo

Esporte

Medalhista olímpico mexicano morre de infarto após ser baleado

16/01/2013 21h01

MEXICO, 16 Jan 2013 (AFP) - O mexicano Noé Hernández, medalhista de prata de Marcha Atlética nos Jogos Olímpicos de Sydney-2000 que foi baleado num bar no último dia 30 de dezembro, morreu nesta quarta-feira após sofrer dois infartos em seu domicílio.

"Conversei com Juana Hernández, irmã de Noé, que me confirmou o falecimento do nosso querido campeão", declarou Daniel Aceves, presidente da Associação de Medalhistas Olímpicos do México.

De acordo com o boletim do governo do Estado de México, Hernández "sofreu dois infartos em seu domicílio, onde os médicos tentaram reanimá-lo, mas ele morreu enquanto estava sendo transferido para o hospital".

Na madrugada do dia 30 de dezembro, Hernández estava em uma casa noturna no estado de México (centro) quando homens armados entraram atirando nos clientes.

No total, dois homens morreram e três ficaram feridos, inclusive o ex-atleta.

Hernández foi atingido a queima-roupa por uma bala de nove milímetros e perdeu o olho esquerdo.

r-jg/lp/cl/lg



Mais Esporte