Esporte

Benítez, crônica de um fracasso anunciado

04/01/2016 22h09

Madri, 5 Jan 2016 (AFP) - Por mais que tenha forte identificação com o Real Madrid, clube onde atuou como jogador (no time B) e começou sua trajetória de treinador nas categorias de base, Rafael Benítez ficou distante de ser unanimidade quando foi contratado como técnico principal, em junho do ano passado.

Seis meses depois, 'Rafa' foi demitido nesta segunda-feira, e substituído por Zinedine Zidane, que terá a difícil tarefa de reerguer os 'merengues' depois de um ano de 2015 de lembranças amargas para o torcedor, sem um título sequer.

. Sombra de AncelottiBenítez teve a tarefa ingrata de suceder ao italiano Carlo Ancelotti, que foi demitido ao final da temporada passada. 'Carletto', que em 2014 levou o clube à conquista da tão sonhada 'La Décima', décimo título do Real na Liga dos Campeões, era muito querido da torcida e dos jogadores.

Neste contexto, qualquer treinador acabaria sofrendo da comparação com o italiano, e foi exatamente o que aconteceu com 'Rafa'.

"É claro que quando um técnico está aqui por um ou dois anos, as afinidades e a amizades são mais fortes do que durante o tempo passado com Benítez", resumiu o capitão Sergio Ramos em novembro.

. Relações tensas com as estrelas Ancelotti era visto com um 'paizão' pelos jogadores, longe de ser o caso de Benítez.

O treinador espanhol comprou briga com ninguém menos que Cristiano Ronaldo logo no dia em que assumiu o comando do time, ao se recusar a chamá-lo de "melhor do mundo", o que fizeram todos aqueles que o tiveram sob seu comando no Real.

Depois do crime de 'lesa-majestade' contra CR7, 'Rafa' teve a péssima ideia de criticar abertamente Sergio Ramos por uma falha de marcação no clássico madrilenho com o Atlético (1-1).

Benítez também gerou tensões ao colocar no banco dois queridinhos da torcida, o jovem meia Isco e o colombiano James Rodríguez.

. Baixo aproveitamento nos grandes jogosEm seis meses à frente do Real, o técnico viu seus atletas penar na maioria dos jogos decisivos.

O time tropeçou em momentos em que tinha condições de encostar nos líderes, como em dezembro, contra o Villarreal (derrota por 1 a 0) ou no último domingo, contra o Valencia (2-2).

Mas o jogo que colocou de vez a torcida contra Benítez foi a goleada de 4 a 0 sofrida no clássico com o Barcelona, no dia 21 de novembro, em pleno estádio Santiago Bernabéu.

Foi o início do fim para 'Rafa', que já vinha sendo criticado pelo estilo de jogo defensivo e passou a ser vaiado em todos os jogos pelo exigente público madrilenho.

. Chuva de escândalos extra-campoAlém da falta de resultados, Benítez teve seu trabalho perturbado por vários contratempos e problemas nos bastidores.

O primeiro foi o mico pela contratação 'abortada' do goleiro De Gea, do Manchester United, que acabou sendo cancelada porque a documentação foi enviada fora dos prazo.

Outro erro inacreditável foi a escalação na Copa do Rei do russo Denis Cheryshev, que estava suspenso, o que acabou causando a eliminação do clube na competição.

O atacante francês Karim Benzema também deu dores de cabeça ao treinador, por ter sido indiciado em novembro pela justiça francesa, sob a acusação de ter chantageado com um vídeo íntimo Mathieu Valbuena, seu companheiro de seleção francesa.

A última polêmica extra-campo aconteceu na quinta-feira, primeiro dia do ano, quando James Rodríguez foi perseguido a 200 km/h pela polícia no caminho rumo ao Centro de Treinamento.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo