Esporte

Lyon 'imita' modelo de Bayern de Munique e Arsenal em seu novo estádio

Da AFP, em Lyon

08/01/2016 17h37

O Olympique Lyonnais disputará neste sábado sua primeira partida no seu novo estádio, uma arena de 59.000 lugares com alta tecnologia, e a ambição de levar o clube ao mais alto patamar europeu, apesar dos maus resultados recentes.

A arena foi construída sob os moldes da Allianz Arena, do Bayern de Munique, e do Emirates Stadium, do Arsenal, os mais lucrativos da Europa (cerca de 100 milhões de euros por ano). Para isso foi contratado o escritório londrino Populous, o mesmo que desenho o estádio dos 'Gunners'.

O 'Grand Stade' é mais uma etapa do plano do empresário Jean-Michel Aulas, presidente do clube, de fazer do Lyon o Bayern de França.

Na década passada, ele conseguiu levar o clube ao topo a nível nacional, ao conquistar sete títulos consecutivos, de 2002 a 2008, com o brasileiro Juninho Pernambucano como líder em campo, mas faltaram resultados expressivos na Liga dos Campeões.

O novo estádio pode ajudar a alçar voos mais altos embora o clube não esteja no seu melhor momento esportivo, com um incômodo jejum de três anos e meio sem levantar um troféus, desde a Supercopa da França de 2012.

O recinto é o terceiro maior da França e terá um gramado híbrido (meio sintético, meio natural).

Com quatro estrelas no selo de qualidade da Uefa, é habilitado a receber uma final de Liga dos Campeões. Em junho, o estádio receberá seis partidas da Eurocopa-2016.

Shopping e aplicativosNos arredores do estádio, o torcedor poderá fazer compras ou se divertir no Parc Olympique Lyonnais, equipado com hotel, lojas, restaurantes e atividades de lazer, assim como uma clínica especializada em esportes.

A meta é aumentar a atratividade do clube com serviços de ponta. "Queremos que as pessoas que se deslocaram tenham uma experiência muito melhor do que aqueles que ficaram diante da televisão", explica o OL Groupe, responsável pela gestão do estádio.

Entre os serviços oferecidos, informações com estatísticas e vídeos enviados em tempo real no celular do torcedor, que também poderá comprar comida ou produtos desde seu assento, por meio de um aplicativo.

Lançado em 2004, o projeto só foi concluído neste ano, depois de inúmeras polêmicas e imbróglio jurídicos. O clube ficou seis anos no vermelho para poder financiá-lo.

O OL Groupe, que investiu 450 milhões de euros, precisa agora reduzir sua dívida e aumentar as receitas.

"Com esta nova infraestrutura, temos a ambição de gerar de 70 a 100 milhões de euros a mais por ano, em três ou cinco anos", explica à AFP Harry Moyal, vice-presidente de marketing e estratégia do grupo.

O problema é que, mesmo com um estádio ultra-moderno e novinho em folha, para ter casa cheia, é preciso ter um time competitivo.

O Olympique Lyonnais se despediu da pior forma possível do antigo estádio Gerland (derrota por 2 a 0 para o Angers) e não vence há seis jogos na Ligue 1.

Na temporada, a equipe fez uma grande temporada, graças a novos talentos revelados na base, e foi vice-campeã, atrás do intocável Paris Saint-Germain.

O segundo lugar classificou o Lyon para a Liga dos Campeões, mas o time foi incapaz de passar da fase de grupos, acabando com o sonho de Aulas de receber um choque das oitavas de final em fevereiro.

"Precisamos resolver os nossos problemas esportivos, senão vamos colocar em perigo o equilíbrio do Grand Stade", alertou o presidente do clube.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo