Esporte

Aguëro comanda goleada e City se aproxima da ponta

16/01/2016 18h59

Manchester, Reino Unido, 16 Jan 2016 (AFP) - Com grande atuação do argentino Sergio Agüero, o Manchester City atropelou o Crystal Palace por 4 a 0, neste sábado, pela 22ª rodada da Premier League, e se aproximou do líder Leicester, que empatou em 1 a 1 com o lanterninha Aston Villa.

Time sensação da temporada, o Leicester se isolou na ponta, mas desperdiçou uma grande oportunidade de colocar pressão no Arsenal, que visita o Stoke City (7º) no domingo e tem grandes chances de retomar a liderança.

Os "Foxes" chegaram aos 44 pontos, um de vantagem sobre City e Arsenal.

Em Manchester, o atual vice-campeão inglês mostrou mais pontaria do que na última quarta-feira, quando ficou no 0 a 0 em casa com o Everton, e o grande responsável foi "Kun" Agüero, autor de dois gols e de uma assistência.

Os "Citizens" saíram na frente logo aos 22 minutos de jogo, com uma pintura de Delph. O volante recebeu passe de David Silva a mais de 30 metros da meta de Hennessey e acertou uma bomba que passou por baixo do goleiro do Palace.

O show de Agüero começou aos 41, com outro golaço de fora da área, levemente desviado por Scott Dann.

"Kun" anotou o segundo dele na partida aos 24 da etapa final, ao escorar para as redes um cruzamento rasteiro do belga Kevin De Bruyne.

Aos 39, o argentino ficou cara a cara com Hennessey, com tudo para fazer o "Hat-Trick", mas não foi fominha e preferiu rolar para David Silva completar as redes.

"Os gols que marcamos no primeiro tempo abriram espaços. Conseguimos marcar mais dois, quando eles estavam buscando o empate", analisou o técnico do City, o chileno Manuel Pellegrini.

Terry: de herói a vilãoPoucas horas depois, o Leicester tinha tudo para manter os "Citizens" a distância, mas colocou tudo a perder a 15 minutos do fim.

O japonês Shinji Okazaki abriu o placar para os "Foxes" aos 28 do primeiro tempo, quando pegou a sobra de um chute do atacante Jamie Vardy que quase encobriu o goleiro.

Os visitantes pareciam controlar a partida, mas Gestede aproveitou uma falha de marcação do alemão Robert Huth e empatou para o Aston Villa aos 30 da segunda etapa.

"Acho que tivemos o jogo em mãos, e deixamos escapar dois pontos", lamentou o técnico do Leicester, Claudio Ranieri.

Também neste sábado, a Premier League proporcionou mais um empate em 3 a 3, entre Chelsea (14º) e Everton (11º). Foi o terceiro em cinco dias, depois de Newcastle-Manchester United, na terça-feira, e Liverpool-Arsenal, na quarta.

Como aconteceu naqueles jogos, houve muito espetáculo em Stamford Bridge, mas o resultado foi ruim para ambas as equipes, principalmente para o Chelsea, que precisava da vitória para se afastar de vez da zona de rebaixamento.

Curiosamente, todos seis gols da partida saíram no segundo tempo. O Everton partiu na frente aos 5, com um gol contra do veterano John Terry, e o belga Mirallas ampliou aos 10, em grande jogada individual.

O Chelsea conseguiu buscar o empate com dois gols em menos de três minutos. O brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa descontou aos 18, após receber um passe açucarado de Fábregas, e devolveu o presente aos 20, com lindo toque de calcanhar para o companheiro da "Roja" deixar tudo igual no marcador.

O árbitro deixou intermináveis oito minutos de acréscimos, dando contornos dramáticos ao jogo, com dois gols de zagueiros.

Aos 46, o argentino Funes Mori, que acabava de entrar, achou que tinha dado a vitória aos visitantes, mas Terry se redimiu do gol contra ao arrancar o empate dos "Blues" de letra, aos 53.

O técnico do Everton, Roberto Martínez, reclamou de um "impedimento claro" na jogada do gol, por impedimento do brasileiro Oscar, que participou da jogada.

O próprio Guus Hiddink, treinador do Chelsea, reconheceu a irregularidade.

"Não vou negar que houve impedimento, porque Oscar tocou na bola, mas a finalização de Terry foi perfeita", comentou o holandês à BBC.

"Depois de sete minutos de acréscimos, disse ao árbitro: 'pelo tempo da comemoração (do gol do Everton), pode dar pelo menos mais um minuto'", revelou Hiddink, que, de fato, foi atendido pelo juiz.

Alheio às polêmicas, Terry, que passou de herói a vilão, só quis saber de exaltar a reação de sua equipe.

"Muitos teriam jogado a toalha depois do 2-0, mas conseguimos lutar até o fim, o que torna o resultado muito especial para nós", vibrou o veterano.

Mais cedo, o Tottenham (4º) consolidou seu lugar na zona de classificação para a Liga dos Campeões ao arrasar o vice-lanterna por 4 a 1, com dois gols do dinamarquês Eriksen.

Os "Spurs" chegaram aos 39 pontos, abrindo cinco de vantagem sobre o West Ham (5º), que perdeu por 2 a 1 para o Newcastle (17º). Esse resultado tirou os "Magpies" da zona da degola.

Resultados da 22ª rodada do Campeonato Inglês

- Sábado:

Tottenham - Sunderland 4 - 1

Southampton - West Bromwich 3 - 0

Newcastle - West Ham 2 - 1

AFC Bournemouth - Norwich City 3 - 0

Manchester City - Crystal Palace 4 - 0

Chelsea - Everton 3 - 3

Aston Villa - Leicester 1 - 1

- Domingo:

(12h05) Liverpool - Manchester United

(14h15) Stoke City - Arsenal

- Segunda-feira:

(18h00) Swansea City - Watford

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Leicester 44 22 12 8 2 39 26 13

2. Manchester City 43 22 13 4 5 43 21 22

3. Arsenal 43 21 13 4 4 37 21 16

4. Tottenham 39 22 10 9 3 38 18 20

5. West Ham 35 22 9 8 5 34 26 8

6. Manchester United 34 21 9 7 5 27 20 7

7. Stoke City 32 21 9 5 7 24 22 2

8. Crystal Palace 31 22 9 4 9 23 24 -1

9. Liverpool 31 21 8 7 6 25 27 -2

10. Southampton 30 22 8 6 8 31 24 7

11. Everton 29 22 6 11 5 39 32 7

12. Watford 29 21 8 5 8 25 24 1

13. West Bromwich 27 22 7 6 9 22 30 -8

14. Chelsea 25 22 6 7 9 31 34 -3

15. AFC Bournemouth 24 22 6 6 10 26 37 -11

16. Norwich City 23 22 6 5 11 24 38 -14

17. Newcastle 21 22 5 6 11 24 39 -15

18. Swansea City 19 21 4 7 10 19 30 -11

19. Sunderland 18 22 5 3 14 27 45 -18

20. Aston Villa 12 22 2 6 14 18 38 -20.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo