Esporte

Arsenal bate Leicester com gol nos acréscimos e embola Premier League

14/02/2016 17h24

Londres, 14 Fev 2016 (AFP) - Um gol marcado no apagar das luzes por Danny Welbeck acirrou a disputa pelo título inglês, ao sacramentar a vitória de virada por 2 a 1 do Arsenal (3º) sobre o líder Leicester, neste domingo, pela 26ª rodada da Premier League.

Com o resultado, os "Gunners" somam 51 pontos, apenas dois a menos que os "Foxes".

"O caminho ainda é longo, porque enfrentamos grandes equipes. Atravessamos uma fase ruim, com quatro jogos sem vitória, mas conseguimos deixar isso para trás", comemorou o técnico Arsène Wenger em entrevista à BBC após a partida.

Poucas horas depois, o Tottenham, arquirrival do Arsenal, também chegou aos 51 pontos, e recuperou a vice-liderança ao derrotar o Manchester City (4º) fora de casa por 2 a 1.

Os "Citizens", que já haviam sido derrotados pelo Leicester (3-1) na semana passada, ficaram mais longe do título, com 47 pontos.

Pênaltis polêmicosNo Emirates Stadium de Londres, o Leicester foi fiel a seu estilo característico. Deixou a posse de bola ao adversário (73% para os "Gunners"), mas foi mais contundente no primeiro tempo, criando as melhores chances em contra-ataques.

Aos 15 minutos de jogo, Jamie Vardy quase abriu o placar de cabeça, exigindo defesa milagrosa de Cech.

O goleiro tcheco, nada pôde fazer, porém, aos 44, quando o mesmo Vardy "cavou" um pênalti duvidoso após contato com Monreal. O artilheiro da Premier League cobrou com categoria, anotando seu 19º gol no campeonato.

A decisão polêmica deixou a torcida inconformada, até porque o árbitro deixou de marcar uma penalidade máxima a favor do Arsenal aos 9, por um toque de mão de Kanté na área.

A vitória parcial dava aos "Foxes" oito pontos de vantagem sobre os "Gunners", deixando o surpreendente time comandado por Claudio Ranieri mais perto de um improvável título. Os londrinos ainda reagiram na segunda etapa.

"Foi um momento crucial, porque a matemática dizia que a diferença poderia ser de oito ou dois pontos", lembrou Wenger.

A tarefa do Arsenal foi facilitada aos 9, com a expulsão de Simpson, que levou o segundo cartão amarelo por causa de uma falta boba em Giroud.

O gol de empate acabou saindo aos 25, dos pés de Theo Walcott, que acabava de entrar em campo. O atacante inglês aproveitou desvio de cabeça de Giroud e chutou sem chances para o goleiro Schmeichel.

O herói da virada foi outro jogador que saiu do banco, Welbeck, que deu a vitória aos anfitriões nos acréscimos, ao cabecear para as redes em cobrança de falta do alemão Mesut Ozil.

Por mais que tenha obtido resultados expressivos contra "medalhões", ao vencer Liverpool (2-0) e Manchester City (3-1) nas rodadas anteriores, o Leicester continua sendo "freguês" do Arsenal.

O time dos Midlands foi humilhado (5-2) em casa pelos "Gunners" no primeiro turno e não vence esse adversário há 19 jogos.

Apesar da derrota, Claudio Ranieri elogiou o desempenho da sua equipe e lamentou a expulsão de Simpson. "O árbitro foi muito severo. Acho que, com 11 contra 11, teríamos vencido a partida", desabafou.

City em pleno marasmoEm Manchester, também houve pênalti polêmico a favor do time visitante.

O Tottenham abriu o placar aos 8 do segundo tempo após marcar um toque de mão de Raheem Sterling na área. O toque não parecia nada intencional, já que o atacante estava de costas para o lance e recebeu uma bolada ao desviar o cruzamento de Rose.

"O chute tocou nas costas de Sterling e tocou de leve seu cotovelo", reclamou o técnico Manuel Pellegrini depois da partida.

Harry Kane, que nada tem a ver com isso, cobrou no meio do gol, deixando o time londrino na frente.

O jovem nigeriano Iheanacho empatou aos 29, na conclusão de uma bela jogada coletiva iniciada por uma tabela entre Clichy e David Silva.

O Tottenham não desanimou e garantiu o triunfo aos 38, quando o dinamarquês Eriksen tocou na saída do goleiro após receber ótima enfiada de bola do argentino Lamela.

O time comandado pelo também argentino Mauricio Pochettino teve o mérito de jogar sempre para frente, apesar de atuar fora de casa, e obteve assim sua quinta vitória seguida na competição.

"Era uma partida muito importante, um verdadeiro teste para nós. Por isso, fiquei muito feliz com a força mental mostrada pelos meus jogadores, diante de uma grande equipe", elogiou Pochettino.

O City, por sua vez, exibiu um nível de jogo preocupante a dez dias do confronto com o Dínamo Kiev, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões.

"Reagimos bem depois de sofrer o primeiro gol, mas não conseguimos os três pontos. Não vamos desistir, mas agora podemos dizer que Tottenham e Leicester estão brigando pelo título", lamentou Pellegrini.

Liverpool massacraEm outra partida disputada neste domingo, o Liverpool (9º) se recuperou da eliminação na Copa da Inglaterra, ao aplicar uma goleada impiedosa de 6 a 0 no lanterninha Aston Villa, em pleno Villa Park.

O triunfo dos "Reds" teve participação decisiva dos brasileiros Philippe Coutinho e Roberto Firmino, diretamente envolvidos em quatro dos seis gols da equipe.

Sem jogar na Premier League há mais de um mês, Coutinho deu assistências para gols de Sturridge e Origi. Firmino também atacou de "garçom", com passe açucarado para Emre Can deixar o dele e ainda iniciou a jogada do quinto gol, marcado por Clyne.

No sábado, o Manchester United (5º) se afastou da zona de classificação para a Liga dos Campeões, ao perder por 2 a 1 para o vice-lanterna Sunderland.

Já o Chelsea (12º) reencontrou o caminho da vitória ao massacrar o Newcastle (17º) por 5 a 1 em Stamford Bridge, com ótima atuação do brasileiro Willian, autor de um gol e de uma assistência.

Os "Blues" ganharam confiança a dois dias de visitar o Paris Saint-Germain na revanche do ano passado, quando foi eliminado pelo time francês nas oitavas da Champions.

Resultados da 26ª rodada do Campeonato Inglês

- Sábado:

Sunderland - Manchester United 2 - 1

Norwich City - West Ham 2 - 2

Everton - West Bromwich 0 - 1

Swansea City - Southampton 0 - 1

AFC Bournemouth - Stoke City 1 - 3

Crystal Palace - Watford 1 - 2

Chelsea - Newcastle 5 - 1

- Domingo:

Arsenal - Leicester 2 - 1

Aston Villa - Liverpool 0 - 6

Manchester City - Tottenham 1 - 2

Classificação: Pts J V E D Gp Gc SG

1. Leicester 53 26 15 8 3 48 29 19

2. Tottenham 51 26 14 9 3 47 20 27

3. Arsenal 51 26 15 6 5 41 23 18

4. Manchester City 47 26 14 5 7 48 28 20

5. Manchester United 41 26 11 8 7 33 24 9

6. Southampton 40 26 11 7 8 34 24 10

7. West Ham 40 26 10 10 6 40 31 9

8. Liverpool 38 26 10 8 8 38 36 2

9. Watford 36 26 10 6 10 29 28 1

10. Stoke City 36 26 10 6 10 27 32 -5

11. Everton 35 26 8 11 7 46 35 11

12. Chelsea 33 26 8 9 9 38 36 2

13. Crystal Palace 32 26 9 5 12 27 32 -5

14. West Bromwich 32 26 8 8 10 24 32 -8

15. AFC Bournemouth 28 26 7 7 12 30 44 -14

16. Swansea City 27 26 6 9 11 24 34 -10

17. Norwich City 24 26 6 6 14 30 50 -20

18. Newcastle 24 26 6 6 14 27 49 -22

19. Sunderland 23 26 6 5 15 32 50 -18

20. Aston Villa 16 26 3 7 16 20 46 -26

./bds/iga/lg/tt

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo