Esporte

Nadal vence Almagro sem sustos e está nas quartas do Rio Open

18/02/2016 21h42

Rio de Janeiro, 18 Fev 2016 (AFP) - O espanhol Rafael Nadal, primeira cabeça de chave e grande estrela do Rio Open, venceu o compatriota Nicolas Almagro por 2 sets a 0, parciais de 6-3, 7-5, numa rodada sem a incômoda presença da chuva, nesta quinta-feira no Rio de Janeiro.

Jogando à noite, após uma estreia interrompida pela chuva na terça-feira, na vitória sobre outro espanhol, Pablo Carreño Busta, Nadal não precisou se preocupar com as intemperes do tempo carioca, nem com o forte calor desta quinta-feira, e superou Almagro em 1 hora e 40 minutos de partida.

"Acho que no primeiro set joguei muito sólido, com pouco erros. No segundo set, quando tive as oportunidades, aproveitei, mas acho que preciso jogar um pouco melhor nos próximos jogos", analisou 'Rafa' após a partida.

Nas quartas, Nadal enfrentará o ucraniano Alexandr Dolgopolov, que derrotou outro integrante da armada espanhola, Iñigo Cervantes (3-6, 6-0, 6-3).

"Será uma partida muito complicada, acho que as duas últimas partidas (contra Dolgopolov) eu perdi, em Queens e Indian Wells, em dois jogos que foram a três sets. É um jogador que te dá pouco ritmo, mas é um duelo de quartas de final e você não pode esperar jogo fácil", declarou Nadal em relação ao adversário da próxima fase.

A partida de Nadal serviu de aperitivo para o público carioca do Rio Open, que ainda verá o brasileiro Thiago Monteiro, algoz do favorito francês Jo-Wilfred Tsonga (N.3) na estreia, enfrentar o uruguaio Pablo Cuevas no último jogo do dia.

Ferrer também avançaMais cedo, o espanhol David Ferrer, atual campeão, não teve a mesma sorte que Nadal e precisou de três sets para eliminar o compatriota Albert Ramos e avançar às quartas de final, mesmo feito da brasileira Paula Gonçalves, que superou a sueca Johanna Larsson.

Obrigado a jogar sob o intenso calor do início da tarde do Rio de Janeiro, com sensação térmica por volta dos 40 graus na quadra central do complexo de tênis do Jóquei Clube, Ferrer literalmente suou para se manter na partida contra Ramos, que começou melhor e levou o primeiro set em 6-4.

Para não se tornar mais um favorito a cair vítima do sol carioca, como Tsonga, Ferrer encontrou forças para virar a partida, vencendo os dois últimos sets, 6-1, 6-4, em cerca de duas horas e 15 minutos de jogo.

Com a vitória, Ferrer, que é o segundo cabeça de chave do torneio segue no caminho rumo ao bicampeonato e terá pela frente nas quartas de final o austríaco Dominic Thiem, que vive grande fase e foi campeão no último domingo do Aberto de Buenos Aires.

Paula Gonçalves nas quartasNa chave feminina, a brasileira Paula Gonçalves, que conquistou o direito de disputar o Rio Open na quadra ao passar pelo Qualifying, deu sequência à ótima trajetória na competição ao vencer a sueca Johanna Larsson, segunda cabeça de chave, por duplo 6-4.

Aos 25 anos, Paula, habituada a jogar torneios de duplas, mostrou ótima consistência do fundo de quadra e bom reflexo no voleio, duas armas que a ajudaram a passar pela adversária sueca, segunda cabeça de chave do torneio.

"Eu estou me sentindo bem desde a primeira partida do 'Qualy', bem confiante. O principal é a tranquilidade com a qual estou entrando em quadra, muito calma, muito focada, com a tática muito clara e sabendo exatamente o que tenho que fazer", analisou após a partida.

A paulista contou com o apoio da torcida carioca que lotou a quadra 1 do complexo de tênis, apesar do forte calor, e comemorou muito a vitória da última representante brasileira na chave feminina.

"Foi excelente, eu senti toda a torcida, toda a vibração da galera. Eu gostei de jogar naquela quadra, é um pouco menor e você sente mais a galera torcendo e vibrando", lembrou.

Nas quartas de final, a adversária de Paula será a americana Shelby Rodgers.

Ainda nesta quinta-feira, Paula volta à quadra ao lado da americana Sanad Maran para disputar o torneio de duplas, sua principal meta no início da competição. As adversárias serão a paraguaia Veronica Cepede Royg e a argentina Maria Irigoyen.

"(O torneio de duplas) continua sendo o principal objetivo sim", declarou Paula, rindo. "Está fluindo, vou deixar fluir, continuar neste pensamento e vamos ver lá na frente o que vai acontecer".

Dupla Olímpica estreia com vitóriaApesar do feito de Paula, a maior chance de título brasileiro segue sendo a dupla cabeça de chave número 1 formada por Marcelo Melo e Bruno Soares, que estreou com vitória nesta quinta-feira contra os compatriotas Orlando Luz e Fabiano De Paula, 6-2, 6-3.

Marcelo, tenista número 1 do mundo em duplas, e Bruno, campeão do Aberto da Austrália no início do ano, se separaram momentaneamente dos habituais parceiros no circuito, o croata Ivan Dodig e o britânico Jamie Murray, respectivamente, para aproveitar o Rio Open e treinar para os Jogos Olímpicos, nos quais certamente serão vistos pelo público brasileiro como favoritos a conquistar uma medalha.

"Eu não acho que somos favoritos, acho que somos candidatos a ganhar uma medalha, é diferente. Para mim os favoritos seguem sendo os irmãos Bryan", afirmou Marcelo, referindo-se à dupla formada por Bob e Mike Bryan, atuais campeões olímpicos e tidos como melhor dupla da história do tênis.

"A gente sabe que se jogarmos bem, temos condições de ir longe, como em qualquer torneio que a gente joga hoje. A questão é conseguir elevar nosso nível quando chegarmos às Olimpíadas. A pressão faz parte do nosso dia a dia, não vai ser diferente nos Jogos", explicou por sua vez Bruno.

Nas quartas de final, Marcelo e Bruno enfrentarão a dupla vencedora do confronto entre Lajovic-Thiem e Dolgopolov-Muñoz De La Nava.

- Resultados desta quinta-feira no Rio Open:

. Simples Masculino (Oitavas de final):

Rafael Nadal (ESP/N.1) x Nicolas Almagro (ESP) 6-3, 7-5

Alexandr Dolgopolov (UCR) x Iñigo Cervantes (ESP) 3-6, 6-0, 6-3

Federico Delbonis (ARG) x Paolo Lorenzi (ITA) 6-3, 6-0

Guido Pella (ARG) x Santiago Giraldo (COL) 6-4, 6-0

David Ferrer (ESP/N.2) x Albert Ramos (ESP) 4-6, 6-1, 6-4

. Simples Feminino (Oitavas de final):

Petra Matric (CRO) x Marina Erakovic (NZL) 7-6, 5-7, 6-2

Lara Arruabarrena (ESP/N.6) x Ana Bogdan (ROM) 7-5, 5-7, 6-3

Danka Kovinic (MNE/N.3) x Silvia Soler (ESP) 6-2, 6-3

Paula Gonçalves (BRA) x Johanna Larsson (SUE/N.2) 6-4, 6-4.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo