Esporte

Ibrahimovic segue em busca do primeiro título de Champions

08/03/2016 12h40

Paris, 8 Mar 2016 (AFP) - Nos quatro anos em que encabeçou o ataque do Paris Saint-Germain, Zlatan Ibrahimovic nunca foi decisivo nas partidas de mata-mata da Liga dos Campeões. Nesta quarta-feira, na partida de volta das oitavas de final, o sueco será novamente, e talvez pela última vez, o foco da esperança francesa.

Seus feitos no cenário do futebol francês são louváveis, dignos de um dos melhores -se não o melhor- jogadores da história do Campeonato Francês. Mas é na maior competição europeia, aquela que separa os grandes jogadores dos mitos, que Ibrahimovic tentará mais uma vez provar seu valor.

Aos 34 anos, a carreira do sueco é repleta de títulos nacionais, do Ajax (2001-2004) ao PSG (desde 2012), passando por Juventus (2004-2006), Inter de Milão (2006-2009), Barcelona (2009-2010) e Milan (2010-2012). No crepúsculo da carreira, 'Ibra' terá em Stamford Bridge uma nova oportunidade de seguir adiante na Champions.

Em 37 jogos de mata-mata na Liga dos Campeões, Ibrahimovic marcou apenas 8 gols, todos na partida de ida. Alguns, é verdade, ajudaram sua equipe a avançar na competição, mas somente os dois gols contra o Arsenal, quando defendia o Barcelona em 2010 (2-2), valeu de fato uma vaga na semifinal, única que disputou em toda a carreira (perdida para a Inter de Milão).

- Sempre os 'Blues' pela frente -O PSG nunca chegou às semifinais da Liga dos Campeões e, mais uma vez, o clube parisiense terá pela frente o Chelsea, adversário nas quartas de final em 2013-14 (eliminação 1-3, 2-0) e nas oitavas em 2014-15 (classificação, 1-1, 2-2). Nesses dois confrontos, Ibra não foi decisivo. Na partida de ida das oitavas de final da atual edição, o sueco foi bem, marcando o primeiro gol na vitória por 2 a 1 em Paris.

Esse gol e uma atuação convincente ilustram a força do caráter desse jogador de forte personalidade e confirmou que o PSG precisa de seu ícone se quiser ir longe na competição. A equipe, porém, precisa também de outras referências em campo, como o uruguaio Edinson Cavani, que entrou no segundo tempo e foi o autor do importante gol que deu ao clube da capital uma ligeira vantagem a defender na quarta-feira.

- Expulso no ano passado -Enquanto o 'Matador' uruguaio, que disputa a titularidade com o brasileiro Lucas, não sabe se joga, Ibrahimovic estará em campo desde o apito inicial, um ano depois de ficar de fora de praticamente toda a partida de volta contra o Chelsea devido à expulsão logo aos 31 minutos de jogo. Sem seu principal jogador, o PSG realizou um dos grandes feitos de sua história naquele dia, empatando a partida duas vezes, uma na prorrogação, para ficar com a vaga na próxima fase.

Poderia falar-se em 'dar a volta por cima', ou 'revanche', mas Ibrahimovic não funciona assim e mantém a frieza em relação ao duelo decisivo, da mesma maneira que não ligava para os críticos que apontavam para um declínio de fim de carreira.

Esta temporada é prova de que o sueca está em plena forma. Apesar de ter sofrido com lesões nos dois primeiros meses, Ibrahimovic voltou a ser o atacante matador da Ligue 1 (23 gols em 23 jogos). No total, são 30 gols em 37 jogos na temporada, com 13 assistências.

Números que mostram que o sueco reencontrou seu melhor nível, talvez em sua última temporada no PSG, com o qual tem contrato até 30 de junho.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo