Esporte

Wada registrou 99 exames positivos da substância que derrubou Sharapova

11/03/2016 15h51

Montreal, 11 Mar 2016 (AFP) - Maria Sharapova é longe de ser um caso isolado: desde que o meldonium passou a integrar a lista de substâncias proibidas pela Agência Mundial Antidoping, na vidada do ano, 99 atletas foram flagrados, anunciou a entidade nesta sexta-feira.

A substância, que é encontrada em remédios normalmente usados para tratar arritmia cardíaca, aterosclerose e diabetes, passou a vetado porque ajuda na recuperação dos atletas.

Ex-número um do mundo de tênis, Sharapova testou positivo no dia 26 de janeiro, durante o Aberto da Austrália.

"Podemos confirmar que desde o dia 1º de janeiro de 2016, data na qual o meldonium passou a ser proibido, registramos 99 casos positivos", informou Ben Nichols, porta-voz da Wada.

"Esses casos foram encontrados em diferentes laboratórios credenciados pela Wada, e relatados pelas federações nacionais esportivas ou agências nacionais antidoping", explicou Nichols por email.

Na quinta-feira, a Federação russa de biatlo revelou que Eduard Latypovun, de 21 anos, foi flagrado em fevereiro durante uma prova da IBU Cup, espécie de segunda divisão mundial da modalidade.

Sharapova optou por revelar por conta própria que testou positivo, numa entrevista coletiva realizada em Los Angeles. A tenista afirmou que ingeria o medicamento desde 2006 para combater a diabetes e que não checou a nova lista para saber se a substância tinha se tornado proibida.

Poucas horas depois da coletiva, a musa russa perdeu três importante contratos de patrocínios, com a montadora Porsche, a marca de material esportivo Nike e a fabricante de relógios Tag Heuer.

Outros atletas de destaque foram flagrados, como a sueca Abeba Aregawi, campeã mundial dos 1.500 m em 2021, a patinadora russa Ekaterina Bobrova ou o ciclista Edouard Vorganov

Produto da indústria farmacêutica soviética, o meldonium apareceu na década de 1970, e é vendido apenas em países do leste europeu.

Nos últimos anos, foi usado por vários atletas totalmente saudáveis como produto dopante.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo