Esporte

City empata com Dínamo e avança às quartas da Champions pela 1ª vez

15/03/2016 19h50

Manchester, Reino Unido, 15 Mar 2016 (AFP) - Em partida de poucas emoções, o Manchester City segurou o 0 a 0 em casa com o Dínamo de Kiev, nesta terça-feira, pela partida de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, garantindo sem sustos sua primeira classificação para as quartas.

No primeiro jogo, na capital ucraniana, o City havia encaminhado a classificação com uma contundente vitória por 3 a 1, tornando praticamente impossível a classificação do Dínamo, que teria que marcar três gols no Etihad Stadium.

Apesar da tarefa ser herculeana, o modesto time da Ucrânia tentou se agarrar numa única estatística: em 17 jogos prévios como mandante na Champions, o City só não havia sofrido gol uma vez, em 2011 em duelo contra o Bayern de Munique (2-0).

Apesar do empenho do Dínamo, não houve milagre na Inglaterra. "Acho que perdemos esse confronto na partida de ida, em Kiev. Não era fácil enfrentar uma equipe tão forte, com jogadores tão experientes. Meus jogadores estão de parabéns, deixaram tudo em campo e conseguiram ser compactos", comentou o técnico ucraniano Serguei Rebrov.

"Foi um jogo tático. Não arriscamos, porque o objetivo era a classificação, e esperamos o adversário, para ver se nos deixaria espaço, o que acabou não acontecendo. O resultado é importante para o clube", analisou o técnico dos 'Citizens', Manuel Pellegrini.

Zagueiros lesionadosApesar da classificação tranquila, o chileno ganhou uma dor de cabeça, com as lesões da dupla titular da zaga ainda no início da partida.

O belga Vincent Kompany, que voltava de lesão, sentiu a coxa no primeiro lance em que foi exigido, e o argentino Nicolas Otamendi, pediu para ser substituído aos 22 minutos, após se machucar em dividida.

Para sorte do técnico Manuel Pellegrini e seus comandados, o Dínamo em nenhum momento se mostrou capaz de aproveitar a lentidão dos zagueiros reservas, o francês Eliaquim Mangala e o argentino Martín Demichelis.

Sem conseguir assustar o gol de Joe Hart e sem jogadores de qualidade individual para fazer a diferença em momentos difíceis, o clube ucraniano deu adeus à Champions de maneira melancólica.

Do lado dos 'Citizens', apenas o atacante argentino Sergio Agüero teve boa atuação, com jogadas de efeito e passes açucarados, mas, sem a ajuda dos companheiros, não conseguiu tirar o zero do placar.

Triste com mais uma atuação ruim da equipe, que atravessa momento ruim no Campeonato Inglês, no qual tem 12 pontos a menos que o líder Leicester, os torcedores do City lamentam as lesões dos zagueiro, mas podem pelo menos comemorar a inédita classificação às quartas de final da Champions, após três eliminações seguidas nas oitavas de final.

"É uma grande satisfação fazer parte da história do clube. Vamos tentar chegar pelo menos à final. Não tivemos a melhor das atuações, mas estamos muito felizes", reagiu o lateral argentino Pablo Zabaleta.

O sorteio dos confrontos da próxima fase da Liga dos Campeões será realizado nesta sexta-feria.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo