Esporte

Elias marca e Timão salva empate com Santa Fe na Libertadores

07/04/2016 00h09

Bogotá, 7 Abr 2016 (AFP) - Com gol de Elias, o Corinthians empatou em 1 a 1 com o Santa Fe na Colômbia, nesta quarta-feira, pela 5ª rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, e definirá a classificação às oitavas de final da competição na última rodada.

O Timão, que poderia ter garantido uma vaga no mata-mata da competição continental com uma vitória em Bogotá, segue na liderança do Grupo 8, agora com 10 pontos, dois a mais que o Santa Fe (2º) e três de vantagem sobre o Cerro Porteño (3º com 7 pontos), do Paraguai, que na semana que vem encara no Chile o fraco Cobresal (4º sem pontos).

Na última rodada, no dia 20 de abril, o campeão brasileiro receberá em casa o saco de pancadas chileno e tem tudo para garantir a primeira colocação da chave. No mesmo dia, Santa Fe e Cerro Porteño deverão definir o segundo colocado em partida que promete fortes emoções em Assunção.

- Apagão esfria jogo -Tentando esquecer a derrota no clássico do último domingo, para o Palmeiras, pelo Paulistão (1-0), o Corinthians chegou à Bogotá sabendo que teria a oportunidade de assegurar antecipadamente uma vaga nas oitavas de final da Taça Libertadores.

Líder do Grupo 8 com nove pontos, o time garantiria no mínimo a segunda posição do grupo em caso de vitória sobre o Santa Fe. Uma derrota, porém, poderia até jogar o Timão para a terceira colocação, caso o Cerro Porteño vença o Cobresal, no Chile, na semana que vem, dando a liderança da chave aos colombianos.

Para buscar a classificação, Tite não inovou, com Felipe fazendo dupla de zaga com Yago, Uendel e Fágner nas laterais e André no ataque ajudado por Lucca, que entrou no lugar do paraguaio Romero. No meio, o técnico pôde contar com Elias, que voltou à equipe na semana passada, após mais de um mês se recuperando de lesão.

Já o Santa Fe que entrou em campo no estádio El Campin foi diferente daquele que perdeu por 1 a 0 em Itaquera, no início de março. Por conta de um desentendimento com o veterano ídolo Omar Pérez, o técnico uruguaio Gerardo Pelusso deixou o clube, campeão com o clube da Copa Sul-americana no ano passado, dando lugar a Alexis García, que venceu os três jogos que disputou até o momento no Campeonato Colombiano. Pérez, porém, ficou no banco.

García, porém, manteve Pérez no banco, optando por uma equipe mais leve e jovem para tentar surpreender o Timão na velocidade.

A estratégia deu certo nos início do jogo e aos 5 minutos o Santa Fe quase abriu o placar com Perlaza, que finalizou da pequena área um cruzamento rasteiro de Otalvaro, mas mandou para fora, para sorte do goleiro Cássio.

Quando começava a gostar do jogo, o Santa Fe acabou prejudicado pelo sistema elétrico do próprio estádio, que sofreu apagão e interrompeu a partida por cerca de 13 minutos, dando a Tite a oportunidade de reorganizar o Timão.

Após a paralisação, o jogo demorou para engrenar, com as duas equipes exagerando nas faltas e errando muitos passes.

Com o passar do tempo, o Santa Fe foi retomando o controle do jogo e chegou a abrir o placar com Mina aos 30 minutos, mas o árbitro anulou o lance marcando corretamente o impedimento do zagueiro.

Superior em campo, a equipe colombiana merecidamente abriu o placar aos 34 com Otero, que pegou rebote de um belo chute na trave de Gordillo, sem chances para o goleiro Cássio.

- Elias empata -Na volta do intervalo, a bronca de Tite nos jogadores pareceu dar certo e o Corinthians, que não conseguiu sequer uma finalização no primeiro tempo, melhorou consideravelmente na segunda etapa.

A troca de passe rápida e precisa do Timão, uma das características da equipe campeã brasileira no ano passado, voltou a aparecer e, em sua primeira boa trama, empatou a partida aos 12 minutos.

No lance, Fagner tabelou com Guilherme, que deixou Elias na cara do gol com um lindo toque entre as pernas do zagueiro. O volante não desperdiçou e chutou forte na saído do goleiro colombiano.

A única grande jogada do Timão na partida acabou sendo suficiente para valer ao time um ponto importante contra teoricamente seu adversário mais difícil na fase de grupos.

Já os colombianos, que esbarraram na forte marcação brasileira no segundo tempo também pareceram se contentar com o resultado e, com os dois times satisfeitos, a definição das vagas para o mata-mata da Libertadores ficará para a última rodada.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo