Esporte

Declarações marcantes da carreira de Kobe Bryant

12/04/2016 11h56

Los Angeles, 12 Abr 2016 (AFP) - Além de ser um dos maiores jogadores da história do basquete, Kobe Bryant também era conhecido pelas declarações impactantes.

O craque do Los Angeles Lakers se despede das quadras na quarta-feira, contra o Utah Jazz.

"Decidi pular a etapa universitária para levar meu talento para a NBA", disse Bryant, em 1996, com 18 anos de idade, quando anunciou que iria passar diretamente do colégio à liga profissional, sem passar pela Universidade, como fazem a maioria dos jogadores americanos.

"Não sei se posso alcançar as estrelas ou a lua, mas não importa. Se cair do penhasco, do pedestal, que seja. Ainda vou estar aprendendo", disse Kobe na mesma época, para justificar a decisão de não passar pelo basquete universitário.

"Vencer está acima de tudo. Não tem área cinza, o quase não existe", afirmou Kobe, para explicar seu espírito ultra-competitivo.

"Dizer que a ficha caiu seria uma mentira. Nem nos meus sonhos eu imaginava fazer uma coisa dessas", vibrou Kobe, depois de anotar 81 pontos em uma única partida, em 2006, contra o Toronto Raptors.

"Não costumo provocar muito os adversários, mas quando o faço, ataco direto na jugular", avisou Kobe, referindo-se às trocas de farpas com o rival Paul Pierce.

"Esses jovens jogadores estão jogando damas, mas estou aqui jogando xadrez", comentou Kobe, sobre sua inteligência de jogo.

"Não consigo me relacionar com pessoas preguiçosas. Não falamos a mesma linguá. Não te entendo e nunca vou te entender", disparou Bryant, para falar sobre sua ética no trabalho.

"Eu ficava louco com tanta preguiça da parte dele. Você precisa assumir a responsabilidade de trabalhar todo dia. É impossível patinar em cima de um monte de merda", reclamou Kobe, criticando a falta de empenho do ex-companheiro de equipe Shaquille O'Neal nos treinos.

"Já tenho uma a mais que Shaq, pode colocar na conta", provocou Kobe, depois de conquistar seu quinto título na NBA, em 2010.

"Duvido muito de mim mesmo. Sou um cara inseguro, tenho medo do fracasso. Em algumas noites, chego ao ginásio pensando 'estou com dores nas costas, nos pés, nos joelhos'. Não estou afim de jogar, só quero relaxar'. Todos nós duvidamos de nos mesmos, não adianta negar", confessou Kobe, ao falar sobre seu declínio.

"Já fiz alguns jogadores chorar. Seu eu te faço chorar com meu sarcasmo, é que realmente não quero jogar contigo nos playoffs", relatou Kobe, sobre seu conceito de formação de equipe.

"Ou você quer se tornar um dos maiores, e entende os sacrifícios necessários, ou prefere não lidar com isso e acaba ficando no meio do lote", disse Kobe, citando uma dica que deu ao jovem companheiro de equipe D'Angelo Russell.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo