Esporte

Cielo deixa escapar vaga nos 50 m e está fora dos Jogos

20/04/2016 20h24

Rio de Janeiro, 20 Abr 2016 (AFP) - Único campeão olímpico da história da natação brasileira, César Cielo não conseguiu se classificar para os Jogos do Rio-2016 por ter ficado apenas com o terceiro melhor tempo do país nos 50 m, nesta quarta-feira, na seletiva do Troféu Maria Lenk.

Medalhista de ouro na distância em Pequim-2008, Cielo, de 29 anos, foi superado na final por Bruno Fratus e Ítalo Manzine, que completaram a distância em 21.74 e 21.82, respectivamente.

'Cesão' ficou em terceiro, com 21.89, perdendo a vaga por apena sete centésimos, já que o Brasil tem apenas dois representantes na prova.

Fratus já era o dono da melhor marca do Brasil, com o tempo de 21.50 que cravou em dezembro, no Campeonato Brasileiro.

Quando saiu da piscina, sabendo que estava fora as Olimpíadas, Cielo fez questão de parebenizar os 'carrascos', desejando boa sorte para a competição, mas não conteve as lágrimas quando foi entrevistado pela televisão.

"Eles nadaram muito, o Brasil será bem representado. Eu, da minha parte, vou pedir desculpa para vocês, realmente fiquei muito aquém do que sei fazer. Tive um ano difícil no ano passado, não nadei bem hoje", lamentou o nadador, na entrevista ao Sportv.

"É muito difícil conversar do jeito que estou conversando hoje. Bola para frente, o Brasil vai bem", completou.

Depois da entrevista, ele foi embora emocionado, sem falar com os demais jornalistas, sendo que vários repórteres também estavam chorando.

Poucas horas depois, Cesão voltou a falar com a imprensa, e deixou entender que estava pensando na aposentadoria.

"Fiz isso durante oito anos na minha vida. Hoje, posso olhar para trás e ver todos os meus títulos mundiais (6). Por isso fiquei emocionado hoje, porque sempre faço as coisas a 100%. Espero que essa seja a imagem que vou deixar, de um cara que sempre trabalhou com muita intensidade e representou o Brasil o melhor que pôde", afirmou.

Ao ser perguntado se estava encerrando sua carreira, o nadador preferiu "não decidir nada agora".

"Vou parar de treinar por um tempo, não tenho nenhum motivo para treinar na segunda-feira. Agora quero descansar e conversar com minha família para tomar a melhor decisão para mim", completou.

Mais cedo nesta quarta-feira, Cielo chegou a ficar com a vaga em mãos ao cravar 21.99 na semifinal, mas acabou sendo superado por Manzine na bateria decisiva.

Na segunda-feira, ele desistiu de tentar se classificar aos Jogos do Rio na prova dos 100 m nado livre, distância da qual ainda detém o recorde mundial (46.91), para se dedicar 100% aos 50 m.

- Declínio -Além de ser a seletiva dos nadadores brasileiros, o troféu Maria Lenk serve de evento teste das Olimpíadas, por isso é disputado no recém-inaugurado Estádio Aquático que receberá as provas dos Jogos.

A final dos 50 m, que acabou sendo fatal ao astro, começou com cerca de 40 minutos de atraso, pro conta de uma falta de luz, "causada por um problema no gerador", explicou Rodrigo Garcia, diretor de esportes do comitê organizador Rio-2016.

Cielo ainda tem uma possibilidade remota de participar do evento, se for escolhido entre os dois reservas do revezamento 4x100 m. A decisão é da Confederação Brasileira de Natação (CBDA).

Nos Jogos de Londres-2012, Cesão já tinha amargado uma grande decepção ao ficar apenas com a medalha de bronze nos 50 m, enquanto era o grande favorito. Fratus viveu frustração ainda maior, ficando em quarto, à beira do pódio.

Ele chegou a dar a volta por cima no ano seguinte, com duas medalhas de ouro no Mundial de Barcelona-2013, mas desde então sua carreira foi ladeira a baixo.

Trocou de técnico e de local de treino várias vezes, e sofreu com problemas físicos. Em agosto do ano passado, precisou abandonar o Mundial de Kazan-2015 depois de um sexto lugar na prova dos 50 m borboleta, por causa de uma lesão no ombro.

No total, Cielo soma três medalhas olímpicas, uma de ouro e duas bronze, além de seis títulos mundiais.

Muito emotivo, o maior nadador da história do país sempre costumava chorar quando subia ao pódio. Desta vez, as lágrimas não foram de alegria.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo