Esporte

Infantino anuncia comitê para monitorar condições de trabalho da Copa do Catar-2022

22/04/2016 07h17

Doha, 22 Abr 2016 (AFP) - O presidente da Fifa, Gianni Infantino, anunciou nesta sexta-feira a criação de um comitê para monitorar as condições trabalhistas nos estádios em construção no Catar para a Copa do Mundo de 2022, ao fim de uma visita ao pequeno emirado do Golfo.

Infantino descartou mais uma vez que o torneio aconteça em outro país.

"Evidentemente, a Copa do Mundo acontecerá no Catar em 2022", disse em sua primeira viagem desde que assumiu a presidência da Fifa.

A escolha do Catar como sede do Mundial de 2022, anunciada em 2010, provocou polêmica desde o início.

As condições dos trabalhadores nas obras dos estádios e sedes do Mundial obrigaram a Fifa a criar um comitê de vigilância.

"A composição deste novo organismo, que será dirigido pela Fifa, deverá incluir pessoas de todos os setores da sociedade civil", afirma um comunicado da entidade.

A Anistia Internacional divulgou um relatório em 31 de março sobre o Catar. No documento, afirma que mais de 100 estrangeiros que trabalham nas obras de um dos estádios da Copa de 2022 sofreram abusos flagrantes e sistemáticos, incluindo trabalho forçado.

Além disso, a designação do Catar como sede também provoca suspeitas de corrupção

Uma investigação interna, dirigida pelo ex-promotor Michael García, concluiu que existiu corrupção no processo. Mas a câmara de julgamento da Fifa optou por publicar uma parte e não todo o conteúdo do relatório de García, o que motivou um pedido de demissão do americano.

Uma Copa do Mundo no Catar também levantou a questão das altas temperaturas no país em junho e julho, período tradicional do torneio. Por este motivo, a Fifa decidiu que o Mundial de 2022 será disputado de 21 de novembro a 18 de dezembro.

dh-pr-tba/fp

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo