Esporte

Ex-boxeador Manny Pacquiao fica próximo de ser eleito senador nas Filipinas

Ritchie B. Tongo/EFE
Pacquiao se aposentou do boxe em abril Imagem: Ritchie B. Tongo/EFE

10/05/2016 07h49

O ex-boxeador filipino Manny Pacquiao, oito vezes campeão do mundo, está praticamente eleito como senador por seu país, após a apuração de mais de 90% das urnas.

O atleta de 37 anos, que se aposentou dos ringues em abril depois de vencer o americano Tim Bradley, está prestes a entrar no Senado após as eleições de segunda-feira - um passo que pode ajudá-lo a realizar o sonho de um dia virar o presidente do país.

Com 91% das urnas apuradas, Pacquiao tem 14,94 milhões de votos, muito mais que o necessário para se eleger. Ele ficou em oitavo entre os 50 candidatos que lutavam pelas 12 cadeiras do Senado em disputa.

De origem muito pobre, Manny Pacquiao não terminou o colégio e se tornou um dos atletas mais bem pagos do mundo. Ele é considerado um herói nacional nas Filipinas.

O pugilista causou polêmica em fevereiro ao declarar que homossexuais são "piores que animais". Pacquiao se desculpou pela frase posteriormente, mas manteve sua posição. O episódio fez com que ele perdesse o patrocínio da Nike.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo