Esporte

Rosberg tenta em Barcelona manter domínio sobre F1

12/05/2016 18h11

Montmeló, Espanha, 12 Mai 2016 (AFP) - O alemão Nico Rosberg (Mercedes), invicto em 2016, tentará somar a quinta vitória em cinco corridas nesta temporada da Fórmula 1, neste domingo no Grande Prêmio da Espanha, no circuito de Montmeló, onde já venceu no ano passado.

Nunca na história da F1, desde 1950, um piloto que venceu as quatro primeiras corridas do ano (100 pontos em 100 possíveis) deixou de conquistar o título mundial, mas Rosberg prefere optar pela cautela.

Seu companheiro de escuderia, o inglês Lewis Hamilton, não gosta de dar atenção aos boatos que circulam na F1 da suposta existência de um complô da Mercedes para fazer de Rosberg um novo campeão do mundo alemão, seguindo os passos de Michael Schumacher e Sebastian Vettel, mas com um carro alemão.

Hamilton tem 43 pontos a menos que Rosberg depois de quatro corridas, devido a problemas mecânicos que vêm se repetindo. Na semana passada, em carta aos fãs publicada no Facebook, o inglês agradeceu o apoio recebido e pediu que confiam na Mercedes: "É minha família. Eles são os melhores, trabalham duro para mim. O resultado é que sou três vezes campeão do mundo".

"Parem de achar que poderiam fazer algo injusto comigo, se isso fosse verdade, não beneficiaria ninguém", completou.

- Verstappen 'promovido' -Desde o Grande Prêmio da Rússia e a sétima vitória consecutiva de Rosberg (contando as últimas duas corridas da temporada passada), não é só a carta de Hamilton que vem dando o que falar.

A troca de carros entre o holandês Max Verstappen, agora na Red Bull, e o russo Daniil Kvyat, que volta a Toro Rosso, também foi um dos destaques da semana.

"Estava no sofá em Moscou assistindo 'Game of Thrones' (a série americana), o telefone tocou e o senhor Marko (assessor do proprietário da Red Bull) anunciou a notícia. A ligação durou 20 minutos", explicou Kvyat.

Já Verstappen se disse "muito feliz pela oportunidade e espero me acostumar logo ao novo carro e novos procedimentos".

Na Red Bull, eles têm memória curta. Kvyat subiu ao pódio na China", lamentou o piloto inglês Jenson Button.

Tanto Button como o espanhol Fernando Alonso parecem mais esperançosos com as melhorias na McLaren, que conseguiu que os dois carros terminassem na zona de classificação no GP da Rússia.

Em Montmeló, a McLaren tentará seguir melhorando.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo