Esporte

Quarenta vezes Suárez: a marca do 'Pistoleiro'

14/05/2016 17h59

Madri, 14 Mai 2016 (AFP) - Maior artilheiro dos campeonatos europeus, o "Pistoleiro" Luis Suárez estava com a mira infalível nesta temporada, marcando 40 gols na Liga Espanhola, três deles neste sábado, na vitória por 3 a 0 sobre o Granada que garantiu o título do Barcelona.

Único membro do badalado trio "MSN" que ficou fora do pódio da Bola de Ouro no ano passado, o uruguaio foi, sem dúvida, o mais constante entre três craques nesta temporada.

Quando Lionel Messi ficou fora durante dois meses por lesão, e Neymar viu seu rendimento cair nas últimas semanas, "Luisito" sempre compareceu para colocar a bola para dentro.

O camisa 9 infernizou as defesas espanholas com seu estilo caraterístico, que mescla força física, técnica apurada e garra tipicamente uruguaia.

Os números não mentem. O "pistoleiro" acertou a mira 59 vezes em 52 partidas com o Barça nessa temporada.

"Ele é um homem-chave para nossa equipe, não apenas pela qualidade de artilheiro, mas também pelo caráter e pela capacidade de trabalho", resumiu o técnico Luis Enrique no mês passado.

- A frieza do matador -Sua vontade de vencer a qualquer custo já lhe rendeu problemas no passado, mas o faro de gol prevaleceu sobre as polêmicas desde que chegou ao Barça. Sua participação na Copa do Mundo no Brasil, em 2014, ficou marcada pela mordida no italiano Chiellini, o que lhe valeu uma longa suspensão.

"É um jogador importantíssimo, determinante, que sabe usar muito bem seu corpo", elogiou o técnico do rival Atlético de Madri, responsável pela eliminação do Barça nas quartas de final da Liga dos Campeões.

Suárez não pôde impedir o fracasso no âmbito continental, mas soube mostrar a frieza do matador nos jogos mais importantes do campeonato nacional.

Em novembro, balançou as redes duas vezes na goleada de 4 a 0 sobre o arquirrival Real Madrid, em pleno estádio Santiago Bernabéu.

Em janeiro, marcou um gol e provocou a expulsão do compatriota Diego Godín na vitória por 2 a 1 sobre o Atlético.

Além de tiros certeiros nos momentos decisivos, Suárez também levantou a torcida catalã com golaços. O mais lembrado será sem dúvida a "cobrança ensaiada" de pênalti contra o Celta de Vigo (6-1).

Ao invés de chutar direto para o gol, Messi rolou para o uruguaio mandar a bola para as redes. Uma bela homenagem a Johan Cruyff, que marcou um gol parecido com o Ajax, depois de tabelar com Jesper Olsen. O craque holandês, que marcou a história do Barça tanto como jogador quanto como treinador, morreu de câncer poucas semanas depois desse gol de Suárez.

- Sucessor de Forlán -O uruguaio também foi capaz de tirar o time do fundo do poço. Depois de uma série de três derrotas seguidas que deixou os rivais encostarem, o camisa 9 colocou os catalães de volta nos trilhos, ao marcar oito gols na mesma semana - quatro contra o Deportivo La Coruña (8-0) e quatro contra o Sporting Gijón (6-0).

Dos 40 gols marcados na Liga Espanhola, 14 saíram na arrancada final rumo ao título, as cinco vitórias consecutivas que foram necessárias para manter o arquirrival Real Madrid um pontinho atrás na tabela.

Com esses números espetaculares, Suárez acabou com uma hegemonia de seis dupla Messi-Cristiano Ronaldo, que ganharam três títulos de "pichichi" cada de 2010 a 2016.

Por ironia do destino, o último artilheiro antes disso tinha sido outro uruguaio, Diego Forlán, que marcou 28 gols na temporada 2008-2009, com o Atlético de Madri.

Suárez garantiu, de quebra, a segunda Chuteira de Ouro da sua carreira, troféu que recompensa o maior artilheiro do futebol europeu, depois de dividir o prêmio com Cristiano Ronaldo em 2014, quando ainda defendia o Liverpool.

"Isso coroa os enormes esforços dos últimos anos", vibrou o uruguaio, que saiu de campo em Granada com a bola do jogo debaixo do braço, mais um troféu para uma temporada espetacular.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo