Esporte

Desistência de Nadal abala Roland Garros; Murray nas oitavas

27/05/2016 14h44

Paris, 27 Mai 2016 (AFP) - O sexto dia de competições de Roland Garros foi bastante calmo dentro de quadra, com favoritos como Andy Murray avançando às oitavas de final com tranquilidade, mas o anúncio da desistência de Rafael Nadal abalou o torneio como um terremoto.

Recordista de títulos do Grand Slam parisiense, o 'Rei do Saibro' foi frustrado na tentativa de levantar o troféu pela décima vez por causa de uma lesão no punho.

"É um problema que eu já tinha quando cheguei e que só piorou", explicou o espanhol, que deveria ter enfrentado no sábado o compatriota Marcel Granollers, pela terceira rodada da competição.

"Eu assumi riscos para poder disputar as primeiras rodadas, mas não tem mais jeito. O médico não me vê capaz de jogar", lamentou o número cinco do mundo.

"O tendão está inflamado. Se eu tivesse continuado, corria o risco de romper e eu teria ficado meses fora do circuito. Parando, só precisa ficar imobilizado por três semanas", relatou o espanhol, que ressaltou não temer pela participação nos Jogos Olímpicos do Rio-2016, onde será porta-bandeira da delegação espanhola.

"Tomei a decisão de me retirar do torneio mais importante da minha carreira porque minha situação está no limite", completou o 'Rei do Saibro'.

'Gigantes' no caminho de MurrayCom a retirada de Nadal, o tenista que mais parece ter condições de impedir o número um do mundo, Novak Djokovic, de ser campeão em Roland Garros pela primeira vez é o vice-líder do ranking, Andy Murray.

Depois de disputar duas 'maratonas' de cinco sets, o escocês teve uma terceira rodada mais tranquila contra veterano croata Ivo Karlovic, que venceu em três sets, com parciais de 6-1, 6-4 e 7-6 (7/3).

"Foi ótimo ganhar rapidamente. Assim, posso me recuperar do desgaste dos primeiros dias. Ontem, eu estava um pouco cansado e fiz apenas um treino livre", revelou o número 2 do mundo, que na estreia teve muita dificuldade para derrotar outro tenista de 37 anos, o tcheco Radek Stepanek.

A 'Máquina de Aces' do gigante croata de 2,10 m emperrou nesta sexta-feira. Foram apenas 14, contra 41 na rodada anterior, contra o australiano Jordan Thomson, número que também se explica porque aquele duelo foi decidido em cinco sets, e não três como contra Murray.

"Gosto de enfrentar especialistas do saque-voleio", lembrou o britânico, invicto em sete jogos contra Karlovic.

As oitavas de final podem ser um prato cheio para Murray, que enfrentará outro 'gigante', John Isner, de 2,06 m, que sofreu nesta sexta-feira para derrotar o russo Teymuraz Gabashvili por 7-6 (9/7), 4-6, 2-6, 6-4 e 6-2.

Mesmo assim, o escocês não acha que terá vida fácil, embora também tenha 100% de aproveitamento no retrospecto contra o americano, que derrotou cinco vezes em cinco confrontos.

"John é mais regular do fundo da quadra e não é tão bom no voleio. São dois caras altos que sacam muito bem, mas têm estilos de jogo diferentes", analisou.

Kvitova humilhadaMurray teve um dia tranquilo, mas não foi o caso de Kei Nishikori. Quinto cabeça de chave, o japonês precisou de cinco sets para derrotar o espanhol Fernando Verdasco, com parciais de 6-3, 6-4, 3-6, 2-6 e 6-4.

Já o francês Richard Gasquet (N.9) fez a alegria da torcida local ao atropelar o 'falastrão' australiano Nick Kyrgios por 6-2, 7-6 (9/7) e 6-2.

"Ele me destruiu, literalmente. Não foi nada legal. Eu fui péssimo em todos os setores do jogo. Ele tem o melhor backhand do mundo e se sente bem nessa quadra. O público adora ele", reagiu o australiano de 21 anos, conhecido por provocar os rivais.

No feminino, a maior surpresa do dia foi a humilhação da tcheca Petra Kvitova (N.10), bicampeã de Wimbledon (2011 e 2014), derrotada pela americana Shelby Rogers (108º) com direito a dois 'pneus', com parciais de 6-0, 6-7 (3/7) e 6-0.

A número 2 do mundo Agnieszka Radwanska também sofreu, mas acabou derrotando a tcheca Barbora Strýcová (N.30) por 6-2, 6-7 (6/8) e 6-2.

Simples masculino (3ª rodada):

Milos Raonic (CAN/N.8) x Andrej Martin (SVQ) 7-6 (7/4), 6-2, 6-3

Albert Ramos (ESP) x Jack Sock (EUA/N.23) 6-7 (2/7), 6-4, 6-4, 4-6, 6-4

Kei Nishikori (JAP/N.5) x Fernando Verdasco (ESP) 6-3, 6-4, 3-6, 2-6, 6-4

Richard Gasquet (FRA/N.9) x Nick Kyrgios (AUS/N.17) 6-2, 7-6 (9/7), 6-2

John Isner (EUA/N.15) x Teymuraz Gabashvili (RUS) 7-6 (9/7), 4-6, 2-6, 6-4, 6-2

Andy Murray (GBR/N.2) x Ivo Karlovic (CRO/N.27) 6-1, 6-4, 7-6 (7/3)

Simples feminino (3ª rodada):

Irina Begu (ROM/N.25) x Annika Beck (ALE) 6-4, 2-6, 6-1

Shelby Rogers (EUA) x Petra Kvitová (RTC/N.10) 6-0, 6-7 (3/7), 6-0

Svetlana Kuznetsova (RUS/N.13) x Anastasia Pavlyuchenkova (RUS/N.24) 6-1, 6-4

Garbiñe Muguruza (ESP/N.4) x Yanina Wickmayer (BEL) 6-3, 6-0

Simona Halep (ROM/N.6) x Naomi Osaka (JAP) 4-6, 6-2, 6-3

Samantha Stosur (AUS/N.21) x Lucie Safarova (RTC/N.11) 6-3, 6-7 (0/7), 7-5

Tsvetana Pironkova (BUL) x Sloane Stephens (EUA/N.19) 6-2, 6-1

Agnieszka Radwanska (POL/N.2) x Barbora Záhlavová Strýcová (RTC/N.30) 6-2, 6-7 (6/8), 6-2.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo