Esporte

Zidane avisa que Real 'está preparado para sofrer' na final da Champions

27/05/2016 17h43

Milão, 27 Mai 2016 (AFP) - O técnico do Real Madrid, Zinedine Zidane, deixou claro nesta sexta-feira que seu time está "preparado para sofrer" na final deste sábado contra o Atlético Madrid para conquistar em Milão o 11º título do clube na Liga dos Campeões.

-Como está Cristiano Ronaldo?

"Não é a mesma lesão que o impediu de jogar contra o City. Acho que está bem. De qualquer maneira, mesmo se estivesse machucado, ele iria querer jogar. Mas ele está bem, amanhã estará 100%".

-Você está preocupado com algum jogador específico do Atlético?

"Como sempre, o que importa é o coletivo e não um jogado específico".

-Você espera um jogo duro?

"Duro não, mas difícil. Não gosto da palavra 'duro'. Mas será difícil, com certeza, e sabemos disso. Espero um jogo complicado, mas estamos preparados para sofrer".

-Qual será a chave para ganhar a partida?

"Primeiro, temos que defender bem quando não temos a bola e depois, temos as nossas armas para atacar. Mas o que temos que fazer amanhã é correr, correr e correr.

-Você vivia essa experiência de outra forma quando era jogador?

"Era diferente como jogador, como auxiliar também (em 2014, quando trabalhou com Carlo Ancelotti), mas vivo isso com bastante intensidade. Sei que não é fácil chegar à final. Os jogadores foram fenomenais. Trabalharam muito para cumprir essa meta e acho ambas as equipes merecem estar na final".

-Em caso de derrota, a temporada seria um fracasso?

"Acho que não, porque ninguém pode esquecer o que fizemos para chegar até aqui. Pode parecer um fracasso se não tivermos a atitude certa. Mas posso garantir que estamos preparados".

-O que mudou desde a 2014 (quando o Real derrotou o Atlético por 4 a 1 na prorrogação da final da Champions, em Lisboa)?

"Alguns jogadores saíram, mas nesse clube, a ideia é sempre a mesma. É a grande história do Real: unidade, esforços, amizade, qualidade de jogo e, principalmente, jogar com o coração. Amanhã, queremos dar o nosso máximo".

-Como você está se sentindo?

"Nesse momento, um pouco estressado porque tenho que responder um monte de pergunta e estou com calor. Eu certamente estarei um pouco tenso no início do jogo, mas faz parte do trabalho e gosto disso. Gosto dessa pressão. Já vivi isso como jogador, mas não se compara. Antes da final de Lisboa, Ancelotti me disse: 'tomara que você possa viver isso como treinador'. Eis me aqui".

Declarações colhidas em entrevista coletiva.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo