Esporte

Casa de técnico da França é pichada com palavra racista

REUTERS/Charles Platiau
Benzema critica técnico da França: "Aceitou a pressão de uma parte racista" Imagem: REUTERS/Charles Platiau

04/06/2016 12h36

A palavra "racista" foi pichada no muro de uma casa que pertence ao técnico da seleção francesa, Didier Deschamps, em Concarneau, na Bretanha, informou neste sábado à AFP a polícia local.

A pichação foi vista na noite sexta-feira e já foi apagada, mas o advogado do treinador já avisou que pretende prestar queixa por "violação de domicílio e danos a bens privados".

Na quarta-feira, o treinador foi acusado pelo atacante Karim Benzema de ter "cedido à pressão de uma parte racista da França" ao deixar de convocá-lo para a Eurocopa, em entrevista ao jornal espanhol Marca.

O atacante do Real Madrid foi afastado da seleção francesa em novembro, depois de ser indiciado por suposto envolvimento em chantagem com vídeo íntimo contra Mathieu Valbuena, outor jogador dos 'Bleus', que tampouco disputará a Euro.

Didier Deschamps, que nasceu em Bayonne, no País Basco francês ,já possui a casa em Concarneau há cerca de trinta anos. Sua esposa é da Bretanha.

A seleção francesa disputa neste sábado contra a Escócia o último amistoso antes da Eurocopa, que disputará em casa. A estreia no torneio continental será contra a Romênia, no dia 10 de junho.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo