Esporte

Alemanha estreia na Euro em busca do brilho perdido

11/06/2016 15h55

Paris, 11 Jun 2016 (AFP) - Os campeões do mundo chegaram: a Alemanha dá inicio à campanha na Euro-2016 contra a Ucrânia neste domingo em Lille em busca do brilho perdido desde a conquista da Copa do Mundo do Brasil, enquanto Turquia e Croácia se enfrentam em Paris querendo estrear com o pé direito.

Alemanha-Ucrânia: alemães em dúvidaNo dia 13 de julho de 2014, Mario Götze marcava um gol na prorrogação da final da Copa do Mundo do Brasil e, alguns minutos depois, Bastian Schweinsteiger erguia a taça de campeão mundial, a quarta da seleção alemã em sua história.

Dois anos depois, os campeões do mundo parecem ter perdido seu brilho. Schweinsteiger, que se recupera de lesão persistente, não deverá ser titular contra a Ucrânia, na estreia na Eurocopa da França.

O técnico da 'Mannschaft', Joachim Löw, também terá que resolver outro quebra-cabeça: quem escalar na zaga, depois da baixa de última hora de Antonio Rudiger, que era cotado para substituir o também lesionado Mats Hummels.

"Não vamos lamentar. Temos uma grande equipe, ótimos jogadores. Tenho plena confiança nos jogadores que estão aqui", garantiu o treinador alemão.

Na Euro-2012, a Ucrânia podia contar com a maior estrela da história do futebol do país, o atacante Andrei Shevchenko. Hoje, o ex-craque de Milan e Chelsea é assistente do técnico Mykhaylo Fomenko e admite que sua seleção "está mais fraca individualmente", mas prometeu "uma boa partida contra a Alemanha".

Polônia-Irlanda do Norte: Perigo LewandowskiA partida Polônia-Irlanda do Norte dará a oportunidade aos fãs de futebol de Nice de poder asssistir de perto um dos melhores centro-avantes do mundo em ação, Robert Lewandowski. "Lewi", dono da seleção polonesa, nunca havia marcado tantos gols como nesta última temporada, balançando as redes 42 vezes em 51 jogos com a camisa do Bayern de Munique

Seu nome entrou para a história do futebol moderno e para o livre dos recordes após a incrível exibição em setembro do ano passado, quando anotou cinco gols em 9 minutos na partida contra o Wolfsburg (5-1).

Para os norte-irlandeses, que entrarão em campo pela primeira vez numa Eurocopa, tal adversário na estreia não é um presente, mas os comandados do técnico Michael O'Neill não faz cara feia, a exemplo do zagueiro Gareth McAuley, que brinca: "Já fiz alguns gols na carreira, então acho que as atenções estarão todas em mim. Mas talvez eu seja só uma distração, você não sabe as cartas que temos escondidas na manga".

Turquia-Croácia: duelo sem favoritoO duelo Turquia-Croácia no Parque dos Príncipes, em Paris, integra a lista de jogos de risco e indefinidos, como Inglaterra-Rússia, neste sábado em Marselha, Alemanha-Polônia, no dia 16 no Stade de France, e Ucrânia-Polônia, em 21 de junho também em Marselha.

Além dos riscos de incidentes e de polêmicas, três ONGs que lutam contra o racismo pediram a proibição de um canto oficial da torcida croata. Para estas organizações, trata-se de um hino "nacionalista, agressivo e violento" que "promove a conquista dos territórios da Bósnia, revivendo assim as lembranças da guerra dos Bálcãs".

Dentro de campo, os croatas contam com seus craques no meio de campo Luka Modric (Real Madrid) e Ivan Rakitic (Barcelona), campeões com seus clubes das últimas três Liga dos Campeões. O objetivo da 'seleção da camisa xadrez' é repetir o grande feito de sua história, também em território francês, na Copa do Mundo de 1998, quando terminou a competição em terceiro lugar.

Programação deste domingo na Eurocopa:

Grupo D: Em Paris (15h00 locais, 10h00 de Brasília): Turquia - Croácia

Grupo C: Em Nice (18h00 locais, 13h00 de Brasília): Polônia - Irlanda do Norte

Grupo C: Em Lille (21h00 locais, 16h00 de Brasília): Alemanha - Ucrânia

Prováveis escalações:

Turquia: Babacan - Gönül, Topal, Balta, Erkin - Tufan, Inan - Calhanoglu, Turan (cap.), Özbayrakli - Yilmaz

T: Fatih Terim

Croácia: Subasic - Srna (cap.), Corluka, Vida, Vrsaljko - Modric, Brozovic - Perisic, Rakitic, Pjaca - Mandzukic

T: Ante Cacic

Polônia: Szczesny - Piszczek, Glik, Cionek, Wawrzyniak - Krychowiak, Zielinsi - Blaszczykowski, Milik, Grosicki - Lewandowski

T: Adam Nawalka

Irlanda do Norte: McGovern - Cathcart, McAuley, J.Evans - McNair, Norwood, Davis, Baird, Ferguson - Ward, Lafferty

T: Michael O'Neill

Alemanha: Neuer (cap.) - Höwedes, Mustafi, Boateng, Hector - Khedira, Kroos - Müller, Özil, Draxler - Götze

T: Joachim Löw

Ucrânia: Pyatov - Fedetskyi, Khacheridi, Rakitskyi, Shevchuk - Stepanenko, Rotan - Yarmolenko, Garmash, Konoplyanka - Zozulya

T: Mihkayl Fomenko.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo