Esporte

Espanha estreia, Zlatan em campo e duelo Bélgica-Itália na Euro-2016

12/06/2016 14h36

Paris, 12 Jun 2016 (AFP) - A atual bicampeã entra em campo: a Espanha estreia na Euro-2016 contra a República Tcheca nesta segunda-feira, na abertura de uma rodada que verá também a volta de Zlatan Ibrahimovic a Paris defendendo a Suécia e o primeiro grande duelo da competição, entre Bélgica e Itália.

. Grupo D: Espanha encara seus fantasmasA Espanha dará início à busca pela terceiro título consecutivo da competição continental num contexto delicado, sacudida pelo escândalo sexual que atingiu David De Gea O goleiro do Manchester United recebeu o apoio de seu técnico e dos companheiros, mas aparenta estar fragilizado num momento em que se aprontava para assumir a titularidade do gol espanhol das mãos do veterano Iker Casillas, tido como muito velho.

Além do escândalo e até das dúvidas que surgiram após a inesperada derrota para a Geórgia (0-1) na última partida de preparação antes da Euro, a Espanha terá que encarar seus fantasmas do passado... Cerca de sete jogadores que foram titulares na humilhante derrota por 5 a 1 para a Holanda na Copa do Mundo do Brasil-2014 estarão em campo nesta segunda-feira.

Alvaro Morata, ausente no Brasil, deverá ser o centro-avante da equipe, uma posição sem dono há anos. O ataque espanhol, porém, segue forte, com nomes como Iniesta, David Silva e Fábregas.

Já a Republica Tcheca contará novamente com o interminável Petr Cech, recordista de jogos na seleção (121), para derrotar a 'Fúria', algo que não consegue fazer desde 1990.

.Grupo E: Zlatan is backMenos de um mês depois de erguer o troféu da Copa da França com o Paris Saint-Germain, Zlatan Ibrahimovic volta ao gramada do Stade de France, desta vez vestindo a camisa da Suécia para enfrentar a Irlanda, adversário teoricamente mais fraco do grupo E.

A derrota será inaceitável para os suecos se quiserem chegar às oitavas de final neste que é considerado o 'grupo da morte' da Euro. Zlatan também estará de olho em entrar para a história: se marcar três gols, passará Michel Platini como maior artilheiro da história da competição.

A Irlanda de Robbie Keane, que vem de derrota em casa para Belarus (1-2), apostará na defesa, eficiente nas eliminatórias (7 gols sofridos) para ter chances de conquistar a primeira vitória em competição internacional desde a Copa do Mundo de 2002 (3-0 sobre a Arábia Saudita).

.Grupo E: Bélgica favoritaPara o primeiro duelo de grandes seleções nesta Euro-2016, a Bélgica de Marc Wilmots terá todo o favoritismo contra uma das mais fracas seleções italianas da histórias e repleta de dúvidas no ataque.

Do lado belga, o ataque é justamente o ponto forte da equipe. Com Eden Hazard e Kevin de Bruyne, os 'Diabos Vermelhos' possuem as armas para furar a muralha italiana, composta pelo trio da Juventus Barzagli-Bonucci-Chiellini.

"É quando a Itália é subestimada que ela fica mais perigosa", lembrou, porém, o terceiro goleiro belga Jean-François Gillet, que jogou 16 anos no campeonato italiano.

A Bélgica, aliás, sofreu nas partidas preparatórias para a Euro contra as bem armadas defensivamente Finlândia (1-1) e Noruega (3-2) e sua própria zaga, sem o lesionado capitão Vincent Kompany, não inspira muita confiança.

Programação desta segunda-feira na Eurocopa:

Grupo D: Em Toulouse (15h00 locais, 10h00 de Brasília): Espanha - República Tcheca

Grupo E: Em Paris (18h00 locais, 13h00 de Brasília): Irlanda - Suécia

Grupo E: Em Lyon (21h00 locais, 16h00 de Brasília): Bélgica - Itália

Prováveis escalações:

Espanha: De Gea (ou Casillas) - Juanfran, Piqué, Ramos, Alba - Fabregas, Busquets, Iniesta - Silva, Morata, Nolito.

T: Vicente del Bosque.

República Tcheca: Cech - Kaderabek, Kadlec, Sivok, Limbersky - Plasil, Darida - Sural (ou Dockal), Rosicky, Krejci - Necid.

T: Pavel Vrba.

Árbitro: Szymon Marciniak (POL).

Irlanda: Randolph - Brady, Duffy (ou Clark), O'Shea (cap.), Coleman - McCarthy, Whelan, Hendrick (ou Quinn) - Hoolahan - Long, Walters

T: Martin O'Neil

Suécia: Isaksson - Lustig, Johansson, Granqvist, Olsson - Larsson, Kallstrom, Lewicki, Forsberg - Berg, Ibrahimovic (cap.)

T: Eric Hamren

Árbitro: Milorad Mazic (SRV)

Itália: Buffon (cap.) - Barzagli, Bonucci, Chiellini - Candreva, Parolo, De Rossi, Giaccherini, Darmian (ou El Shaarawy) - Eder, Pellè

T: Antonio Conte

Bélgica: Courtois - Ciman, Alderweireld, Vermaelen, Vertonghen - Nainggolan, Witsel - De Bruyne, Fellaini, Hazard (cap.) - Lukaku

T: Marc Wilmots

Árbitro: Mark Clattenburg (ING)

ah/gf/am

JUVENTUS FOOTBALL CLUB

MANCHESTER UNITED

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo