Esporte

CBF demite Dunga após eliminação precoce do Brasil na Copa América

14/06/2016 16h23

Rio de Janeiro, 14 Jun 2016 (AFP) - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) demitiu nesta terça-feira Dunga do cargo de técnico da seleção, após a eliminação precoce do Brasil na primeira fase da Copa América do Centenário.

Após se reunir com o técnico na sede da CBF, no Rio de Janeiro, a cúpula da entidade anunciou em um comunicado ter decidido "dissolver a comissão técnica da Seleção Brasileira" e que "deixarão os cargos o coordenador de Seleções, Gilmar Rinaldi, o técnico Dunga e toda a sua equipe".

O mais cotado para substituir o capitão do tetra é Tite, técnico do Corinthians, mas a CBF ainda não anunciou o sucessor.

"A decisão foi tomada em comum acordo durante reunião nesta tarde e, a partir de agora, a CBF inicia o processo de escolha da nova comissão técnica da Seleção Brasileira", completou o comunicado.

Dunga, que já teve passagem no comando da seleção de 2006 a 2010, permaneceu apenas dois anos no cargo, que assumiu depois da humilhação na Copa do Mundo no Brasil.

A escolha, feita pelos mesmos dirigentes que o demitiram nesta terça-feira, surpreendeu na época, por trazer um 'velho conhecido' em um momento em que se ansiava por renovação.

No último domingo, a seleção deu mais um vexame ao ficar pelo caminho logo na primeira fase da Copa América, o que não acontecia desde 1987. O jogo que selou a eliminação foi uma derrota por 1 a 0 para o Peru, com direito a gol de mão de Ruidiaz, em Foxborough, perto de Boston.

A campanha começou com empate sem gols com o Equador. A única vez em que balançou as redes foi contra a modestíssima equipe de Haiti, que goleou pelo placar 'emblemático' e um tanto irônico de 7 a 1, gerando muitas piadas em relação à humilhação histórica da semifinal da Copa do Mundo contra a Alemanha.

No ano passado, o Brasil de Dunga tinha sido eliminado na competição nas quartas de final ao perder nos pênaltis para o Paraguai, como aconteceu em 2011, sob o comando de Mano Menezes.

A CBF precisa divulgar até quarta-feira a comissão técnica que tentará conquistar a medalha de ouro inédita nos Jogos Olímpicos do Rio-2016. Ainda não se sabe se a seleção olímpica será dirigida pelo sucessor de Dunga ou por Rogério Micale, que vinha trabalhando com os atletas Sub-23.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo