Esporte

Hooligans condenados na França foram presos graças à ajuda russa

16/06/2016 16h43

Marselha, 16 Jun 2016 (AFP) - A operação armada na terça-feira contra hooligans russos, resultando em três condenações e provocando tensão diplomática entre Paris e Moscou, pôde ser realizada graças a informações da polícia russa, revelou nesta quinta-feira a justiça francesa.

Essas informações, fornecidas por um oficial de ligação e que corroboram com os dados "em posse dos serviços franceses", permitiram determinar que "diversos hooligans (que participaram dos confrontos em Marselha) estavam hospedados num hotel em Mandelieu-la-Napoule", no sul da França, explicou o procurador da República em Marselha, Brice Robin.

"Eles chegaram por volta de 03h00 da manhã oriundos de Marselha em dois carros, alguns feridos", completou. A operação foi realizada para evitar "um risco de brigas, organizadas com poloneses em Cannes".

"Eu gostaria que a cooperação com a Rússia tivesse sido mais rápida, mas o importante é que ela aconteceu", continuou o procurador.

No total, a violência entre torcedores já deixou 35 feridos. "Dois torcedores ingleses ainda estão em estado grave. Ainda procuramos os autores desses ataques, que classificamos como tentativas de homicídio", completou.

Segundo Robin, os confrontos foram em grande parte provocados por torcedores de nacionalidade russa particularmente violentos e que "queriam mostrar sua supremacia em relação aos ingleses".

Esses torcedores, que fazem parte das organizadas dos clubes Lokomotiv e Spartak de Moscou, utilizam câmeras portáteis durante os confrontos para "poder exibir seus feitos nas redes sociais".

O procurador da República explicou como agem os vândalos russos: "Eles avançam em linha e utilizam como arma qualquer coisa que aparecer. Os primeiros derrubam as vítimas, os seguintes batem com chutes, socos e golpes com barras de ferro quem estiver no chão. Uma terceira leva 'termina' o trabalho".

A decisão foi tomada pela justiça francesa de prender de maneira preventiva 43 russos que não possuíam identidades, mas que "tinham fortes indícios de serem torcedores violentos".

Três deles foram condenados nesta quinta-feira a 12, 18 e 24 meses de prisão, enquanto 20 foram soltos por falta de provas e 20 serão expulsos da França na segunda-feira. Quatro torcedores estão fichados na Rússia como hooligans violentos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo