Esporte

Técnico da Espanha diz que 'Brasil sempre será pai do futebol'

16/06/2016 19h19

Nice, França, 16 Jun 2016 (AFP) - Apesar do futebol brasileiro dar um vexame após o outro nos últimos dois anos, o técnico da Espanha, Vicente Del Bosque, destoou em meio ao mar de críticas ao afirmar, nesta quinta-feira, que o prestígio da seleção pentacampeã mundial continua intacto.

"O Brasil é um dos pais de futebol, mas o futebol mudou muito no seu próprio entorno, seu próprio continente, onde as equipes melhoraram muito. Não há tanta diferença entre uma ou outra seleção. Antes Argentina e Brasil dominavam, mas agora não é mais o caso", comentou o treinador da 'Roja', campeã mundial em 2010 e atual bicampeã europeia.

"Na Europa, é a mesma coisa. Tem que ter muito cuidado, mas o Brasil será para sempre um dos pais do futebol", insistiu Del Bosque, que disse não conhecer Tite, sucessor de Dunga no comando da seleção brasileira.

Dunga foi demitido na terça-feira, dois dias depois da eliminação na primeira fase da Copa América do Centenário.

O último grande resultado do Brasil em uma competição oficial foi justamente uma goleada de 4 a 0 sobre a Espanha de Del Bosque na final da Copa das Confederações, em 2013, ainda sob o comando de Luiz Felipe Scolari.

Um ano depois, porém, veio a pior humilhação da história do futebol brasileiro, com o 7 a 1 em casa na semifinal da Copa do Mundo, na qual a Espanha também deu vexame, caindo logo na primeira fase.

Del Bosque também comentou o fato de Andres Iniesta nunca ter sido recebido a Bola de Ouro, que recompensa o melhor jogador do mundo. "O respeito do vestiário vale mais do que uma Bola de Ouro", opinou o treinador.

O meia do Barça ficou em segundo lugar na premiação em 2010 e em terceiro em 2012, anos em que o argentino Lionel Messi levou o troféu.

A Espanha disputa a Eurocopa na França com o objetivo de se tornar a primeira seleção a ganhar o torneio três vezes seguidas. Na sexta-feira, enfrenta a Turquia, pela segunda rodada do grupo E. Na estreia, venceu a República Tcheca por 1 a 0.

"A vitória fez bem, mas se você olhar nos meus olhos, não vai ver euforia", sentenciou Del Bosque, que na Copa do Mundo no Brasil tinha estreado da pior forma possível, ao sofrer goleada de 5 a 1 da Holanda.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo