Esporte

Messi completa 29 anos e critica AFA a dois dias da final da Copa América

24/06/2016 22h27

Nova York, 25 Jun 2016 (AFP) - Lionel Messi completou 29 anos nesta sexta-feira, mas não houve festa: a dois dias da final da Copa América, o craque do Barcelona criticou duramente a Associação do Futebol Argentino (AFA) por causa de problemas de organização durante a competição..

"Isso não é de agora, faz muito tempo que coisas acontecem e não falamos nada. Eu falei naquele momento porque eu senti que estava na hora", disse o capitão da seleção argentina, referindo-se a uma reação contra AFA nas redes sociais, por conta do atraso do voo que levou os jogadores de Houston a Nova York na quinta-feira.

"Gostaria que a AFA estivesse à altura da seleção argentina, que é uma potência mundial e precisa do melhor. Não é apenas pelo que aconteceu ontem, são muitíssimas coisas. Chegou a hora de mudar e fazer as coisas bem", insistiu 'La Pulga' nesta sexta-feira, em Hoboken, Nova Jersey, onde a seleção está concentrada antes da decisão de domingo contra o Chile.

"Talvez eu tenha me equivocado ao me manifestar tão perto da final, mas não está na hora de deixar barato. Não estamos pedindo nada. Só queremos o mínimo: viajar, descansar e treinar bem a partida. O que vem de fora não nos afeta", completou o craque.

Esta reclamação, muito rara para um jogador conhecido por ser tímido, chega justamente no dia em que a Fifa anunciou a nomeação de um comitê de regularização para a AFA, que está mergulhada em uma profunda crise institucional nos últimos meses.

- Di María poupado no treino -Além de melhores condições de trabalho, Messi sonha em ganhar de presente o título continental que pode acabar com 23 anos de seca da seleção 'albiceleste'.

Pelo terceiro ano seguido, o cinco vezes melhor do mundo festeja o aniversário no meio de um grande torneio, depois da Copa do Mundo no Brasil-2014 e da Copa América do ano passado, no Chile, nas quais amargou o vice-campeonato.

Pai de Thiago e Mateo, o astro está mais maduro e, para acabar com a sina, apareceu com visual novo, com barba que causou furor nas redes sociais.

Nesta Copa América, 'La Pulga' só foi titular no mata-mata, passando boa parte da primeira fase no banco para se recuperar de uma lesão na região lombar sofrida em amistoso contra Honduras.

Apesar do pouco tempo passado em campo, o aproveitamento foi fantástico, com cinco gols em 255 minutos, além de quatro assistências. Ou seja, teve envolvimento direto na metade dos 18 gols marcados pela Argentina no torneio.

Na terça-feira, ele se tornou o maior artilheiro da história da seleção do seu país ao acertar uma cobrança de falta magistral contra os Estados Unidos (4-0), chegando à marca de 55 gols com a 'alviceleste', um a mais que o ex-atacante Gabriel Batistuta.

Contra o Chile, Messi ainda não sabe se terá a companhia do meia Ángel Di María, que perdeu as últimas três partidas por lesão e treinou a parte do grupo nesta sexta-feira.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo