Esporte

Saindo à francesa

25/06/2016 16h06

Paris, 25 Jun 2016 (AFP) - Curiosidades da Eurocopa neste sábado, 16º dia de disputa da competição continental.

CAÇADOR DE ESPIÕES

Um cão de guarda chamado Ivan Altobello está encarregado de patrulhar os arredores do centro de treinamento do Montpellier Hérault, onde treina a seleção da Itália. O cão, que pertence à polícia francesa, está lá para garantir a segurança, mas ele acabou encontrando um bando de jornalistas tentando espionar os treinamentos do técnico Antonio Conte. Os jornalistas foram expulsos pelo feroz doberman e, visto o susto, certamente não vão querer dar de cara novamente com Ivan Altobello.

SÍSMICO

A alegria dos torcedores dos 'Diabos Vermelhos' após o gol da vitória de Radja Nainggolan contra a Suécia (1-0), na quarta-feira, provocou um abalo que pôde ser captado pelo observatório meteorológico de Uccle (perto de Bruxelas). "Nós claramente captamos um abalo sísmico", garantiram os geólogos na Facebook, referindo-se ao momento do gol, que garantiu a classificação da Bélgica às oitavas de final da Euro-2016. A magnitude do tremor, porém, não foi informado.

FUMANTE

Além de marcar o gol da vitória dos belgas sobre os suecos, Nainggolan também virou notícia depois de aparecer na concentração da seleção com um maço de cigarros na mão. Seu técnico na equipe, Marc Wilmots, acabou confirmando o vício do meia da Roma, mas fez questão de defender seu importante jogador: "Eu conheço bem o Radja. Ele precisa fumar. Não sei quantos cigarros ele fuma, mas eu sempre dou um jeito de dar a ele um quarto com varanda. Acho que se eu proibir, ele vai quebrar o quarto", brincou o treinador, antes de falar do assunto de maneira mais séria. "Enquanto ele brilhar dentro de campo, não terá problema comigo. Não sou seu pai e ele tem 28 anos. Se um jogador quiser beber um copo de vinho, pode, se quiser fumar um cigarro, pode também. Não quero mudar a pessoa, não é meu objetivo. Meu objetivo é que ele treine bem e jogue bem".

VIRAL

A loucura "Will Grigg's on fire" continua. O canto dos torcedores da Irlanda do Norte, que acabou virando um dos hinos da Euro-2016, não para de fazer sucesso. O ex-craque francês Eric Cantona também entrou na onda, cantando 'à capella' a musiquinha criada por um torcedor do Wiggan, da 3ª divisão inglesa, para homenagear o atacante norte-irlandês Will Grigg, que não entrou em campo um minutinho sequer na Euro, da qual sua seleção foi eliminada neste sábado nas oitavas de final pelo País de Gales (1-0). No vídeo, bem aleatório, é possível ver Cantona, ex-atacante do Manchester United, de camisa desabotoada cantando -mal- e segurando uma bengala. É melhor o ex-atacante esquecer a carreira de cantor e continuar focado em ser comentarista... Na verdade, ele chegou até a fazer pontas bem sucedidas como ator, mas o canto definitivamente não é seu ramo.

bur-gf/jcp/am/lg

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo