Esporte

Clima esquenta na Bélgica! Courtois critica técnico após eliminação

Da AFP

01/07/2016 20h33

"Cometemos os mesmos erros táticos que na partida contra a Itália, na fase de grupos", criticou o goleiro belga Thibaut Courtois, após a eliminação da Bélgica nas quartas de finais da Euro-2016 diante do País de Gales (3-1), nesta sexta-feira.

"Contra um 3-5-2, jogamos com a mesma estratégia e tivemos os mesmos problemas", declarou Courtois à emissora belga Sporza, referindo-se à derrota para a Itália (2-0) na fase de grupos, criticando o sistema utilizado pelo técnico Marc Wilmots.

Na zona mista, Courtois continuou: "Eu disse o que tinha que dizer no vestiário após a partida, coloquei o dedo na ferida após a partida".

"É a maior decepção da minha carreira. Começamos bem o jogo, criamos duas ou três chances e marcamos o gol. Mas depois a gente recuou, demos muitos espaços e não conseguimos responder", analisou.

"Eles tiverem mais chances que nós e foram mais perigosos. Eles controlaram o jogo e dava para ver que não sabíamos como levar perigo", lamentou o goleiro do Chelsea.

"Temos que manter a inteligência e não se irritar muito após o jogo. Somos jovens e ainda vamos conviver muito tempo juntos. Mas é uma decepção, porque tínhamos uma chance incrível de chegar à final", concluiu.

- Wilmots se defende -Ao ser confrontado pela imprensa belga, Wilmots se defendeu:

"Não tenho problema com isso e falei para ele: 'olha, eu não concordo com você'. Se todo mundo recua e começa ficar com medo... Não se consegue criar uma defesa de um dia para o outro".

"Entendo sua decepção, no calor do momento, é um goleiro que teve uma temporada difícil (no Chelsea), que fazia um torneio bom e via próximo o sonho de ser campeão europeu. O sonho desapareceu, eu entendo", devolveu Wilmots, que tentou explicar seu ponto de vista a Courtois.

"Eu falei: 'Olha, contra a Itália, se o jogo fosse 1 a 1 teria sido justo e era uma grande equipe, então a pergunta é por que recuamos? Por que deixamos eles jogar? Por que não fizemos uma marcação mais dura?", continuou.

Ao fim da coletiva, o técnico não quis responder sobre se deixaria o cargo: "Não tomo decisões de cabeça quente, ainda sinto a adrenalina, preciso pensar. Tudo é possível, mas vou esperar. Me deem tempo de pensar. Obrigado".

bnl-pgr/cto/am

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo