Esporte

Jogadores de vôlei cubanos são acusados de estupro na Finlândia

03/07/2016 15h36

Helsínquia, 3 Jul 2016 (AFP) - Oito jogadores da seleção cubana de vôlei que disputam a Liga Mundial na Finlândia foram ouvidos pela polícia em Tampere, no sul do país, depois de serem acusados de "estupro agravado".

Três jogadores foram detidos no sábado, em Tampere, e colocados em custódia até serem interrogados, com o auxílio de um intérprete.

A polícia local anunciou a detenção de um quarto suspeito na manhã deste domingo, e de outros quatro pela tarde.

De acordo com a imprensa finlandesa, o estupro ocorreu no hotel onde a seleção cubana está sendo hospedada.

As autoridades não divulgaram nomes, mas três atletas ficaram fora da partida de sábado contra a Finlândia, perdida por 3 a 1 pelos cubanos: Osmany Uriarte e Abrahan Alfonso, ambos de 21 anos, e Ricardo Calvo, de 19, todos convocados para disputar os Jogos Olímpicos do Rio-2016.

Os acusados devem comparecer na segunda ou na terça-feira diante de um tribunal que determinará se serão soltos ou colocados em detenção provisória.

"Normalmente, não nos pronunciamos tão rapidamente sobre as investigações, mas a mídia começou a especular sobre o fato dos jogadores terem tentado desertar, o que não foi o caso", explicou um porta-voz da polícia finlandesa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo