Esporte

Serena ganha 300ª partida em Grand Slams e vai às oitavas de Wimbledon

03/07/2016 14h26

Wimbledon, Reino Unido, 3 Jul 2016 (AFP) - A número um do mundo Serena Williams venceu neste domingo sua 300ª partida em Grande Slams ao atropelar a alemã Annika Beck (43º) por 6-3 e 6-0, garantindo com autoridade sua vaga nas oitavas de final de Wimbledon.

Por causa das chuvas que perturbaram a programação da primeira semana, a americana de 34 anos foi obrigada a jogar no 'Middle Sunday', dia tradicionalmente dedicado à manutenção da grama, mas precisou permanecer apenas 51 minutos em quadra, com o sol brilhando no céu de Londres.

"Foi um bom jogo. Ainda preciso começar melhor as partidas, mas estou realmente focada e calma", comentou a caçula das irmãs Williams.

A veterana, que pode igualar os 22 títulos em Grand Slams de Steffi Graff se conquistar o heptacampeonato londrino, enfrentará na próxima fase outra tenista experiente, a russa Svetlana Kuznetsova (N.13), de 31 anos.

Ela terá a oportunidade de vingar a compatriota Sloane Stephens (N.18), que perdeu de virada por 6-7 (1/7), 6-2, 8-6 para a russa.

Campeã de Roland Garros em 2004 e do US Open em 2009, Kuznetsova não chegava às oitavas de Wimbledon desde 2008.

Algoz de Serena nas semifinais da última edição do US Open, a italiana Roberta Vinci, sexta cabeça de chave, foi eliminada nas oitavas por outra americana, Coco Vandeweghe (N.27), por 6-3 e 6-4.

Outra surpresa foi a eliminação da suíça Timea Bacsinszky (N.11), superada por 6-3 e 6-2 pela russa Anastasia Pavlyuchenkova (N.21).

- Dia de glória para a França -No masculino, o argentino Juan Martín Del Potro (165º), que vinha ressurgindo depois de ficar quase dois anos parado por lesão, foi eliminado pelo francês Lucas Pouille, em quatro sets, com parciais de 6-7 (4/7), 7-6 (8/6), 7-5, 6-1, em duelo iniciado no sábado.

Pouille, de 22 anos, já vencia por 2 a 1 quando o jogo foi retomado, e não teve a menor dificuldade para fechar a última parcial.

Campeão do US Open em 2009, Del Potro tinha impressionado na segunda rodada ao eliminar o suíço Stanislas Wawrinka, número 5 do mundo.

O 'Middle Sunday' foi ótimo para os tenistas franceses, que poderão torcer para sua seleção contra a Islândia nas quartas de final da Eurocopa com sensação de dever cumprido.

Jo-Wilfried Tsonga (N.12) conseguiu uma vitória épica sobre o 'gigante' americano John Isner (N.18), em duelo acirrado de 4h24 decidido pelo placar incrível de 19 a 17 no quinto set.

Não é a primeira vez que Isner disputa uma 'maratona' contra um tenista francês. Em 2010, também em Wimbledon, o americano venceu o jogo mais longo da história, vencendo Nicolas Mahut por 70 a 68 na quinta parcial, depois de intermináveis 11 horas e 6 minutos.

Richard Gasquet (N.7) também garantiu presença nas oitavas, ao superar o espanhol Albert Ramos, também de virada, por 2-6, 7-6 (7/5), 6-2 e 6-3.

A França já garantiu um tenista nas quartas, já que Gasquet e Tsonga se enfrentarão na próxima fase.

Nicolas Mahut já tinha se classificado na véspera, e terá pela frente o americano Sam Querrey, que protagonizou uma zebra monumental no sábado, ao eliminar o número um do mundo Novak Djokovic.

A França não emplacava quatro tenistas na segunda semana de Wimbledon desde 1929.

- Zebra tcheca ataca de novo -Queridinho da torcida local, o britânico Andy Murray, número dois do mundo e campeão do torneio em 2013, há conhece seu próximo adversário: será o jovem australiano Nick Kyrgios (N.15), muito perigoso na grama, que superou o espanhol Feliciano López (N.22) 6-3, 6-7 (2/7), 6-3 e 6-4.

Já o tcheco Tomas Berdych (N.10) também precisou de quatro sets para vencer o promissor alemão Alexander Zverev (N.24), de 19 anos, com parciais de 6-3, 6-4, 4-6 e 6-1.

Nas oitavas, Berdych terá pela frente o compatriota Jiri Vezely (64º), que surpreendeu a todos ao atropelar o português João Sousa, 31º cabeça de chave, por 6-2, 6-2 e 7-5.

O tcheco de 22 anos já tinha protagonizado uma zebra maior ainda ao superar outra grande promessa do tênis mundial, o austríaco Dominic Thiem, oitavo colocado do ranking.

Em Monte Carlo, ele tinha causado uma grande sensação ao eliminar ninguém menos que Djokovic, na outra derrota surpreendente sofrida pelo sérvio nesta temporada.

O 'All England?s Club' recebeu partidas no primeiro domingo de Wimbledon pela quarta vez em 130 anos, depois de 1991, 1997 e 2004.

- Resultados deste domingo em Wimbledon:

Simples feminino (3ª rodada):

Serena Williams (EUA/N.1) x Annika Beck (ALE) 6-3, 6-0

Svetlana Kuznetsova (RUS/N.13) x Sloane Stephens (EUA/N.18) 6-7 (1/7), 6-2, 8-6

Anastasia Pavlyuchenkova (RUS/N.21) x Timea Bacsinszky (SUI/N.11) 6-3, 6-2

Coco Vandeweghe (EUA/N.27) x Roberta Vinci (ITA/N.6) 6-3, 6-4

Ekaterina Makarova (RUS) x Barbora Strycova (RTC/N.24) 6-4, 6-2

Elena Vesnina (RUS) x Julia Boserup (EUA) 7-5, 7-5

Simples masculino (3ª rodada):

Jiri Vesely (RTC) x João Sousa (POR/N.31) 6-2, 6-2, 7-5

Tomas Berdych (RTC/N.10) x Alexander Zverev (ALE/24) 6-3, 6-4, 4-6, 6-1

Lucas Pouille (FRA/N.32) x Juan Martín Del Potro (ARG) 6-7 (4/7), 7-6 (8/6), 7-5, 6-1

Richard Gasquet (FRA/N.7) x Albert Ramos (ESP) 2-6, 7-6 (7/5), 6-2, 6-3

Jo-Wilfried Tsonga (FRA/N.12) x John Isner (EUA/N.18) 6-7 (3/7), 3-6, 7-6 (7/5), 6-2, 19-17

Nick Kyrgios (AUS/N.15) x Feliciano López (ESP/N.22) 6-3, 6-7 (2/7), 6-3, 6-4.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo