Esporte

Federação cubana de vôlei punirá jogadores detidos na Finlândia.

04/07/2016 21h51

Havana, 5 Jul 2016 (AFP) - A Federação Cubana de Vôlei (FCV) informou nesta segunda-feira que adotará "medidas" contra seis de seus jogadores detidos na Finlândia por comportamento que "não corresponde à ética e aos princípios".

"No plano interno tomaremos as medidas que exigem comportamentos que não correspondem à ética e aos princípios nos quais fomos educados", declarou a FCV em um comunicado divulgado na imprensa local.

Os jogadores envolvidos são Osmany Santiago Uriarte Mestre, Abrahan Alfonso Gavilán, Ricardo Norberto Calvo Manzano, Rolando Cepeda Abreu, Luis Tomás Sosa Sierra e Dariel Albo Miranda.

Os atletas, que disputavam a Liga Mundial na Finlândia, foram detidos pela polícia em Tampere, no sul do país, depois de serem acusados de "estupro agravado".

De acordo com a imprensa finlandesa, o estupro ocorreu no hotel onde a seleção cubana estava hospedada.

Os acusados devem comparecer na segunda ou na terça-feira diante de um tribunal que determinará se serão soltos ou colocados em detenção provisória.

A seleção cubana de vôlei está classificada para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo