Esporte

Griezmann brilha e coloca França na final da Euro

07/07/2016 19h36

Marselha, 7 Jul 2016 (AFP) - "Quem não faz, leva". A França pegou o ditado brasileiro emprestado e colocou em prática contra a Alemanha, derrotando a atual campeã do mundo por 2 a 0 em Marselha, nesta quinta-feira, aproveitando a falta de pontaria da rival-vizinha para avançar à final da Euro para enfrentar Portugal.

O herói da França mais uma vez foi Antoine Griezmann, autor dos dois gols dos 'Bleus', de pênalti nos acréscimos do primeiro tempo e aproveitando saída atabalhoada do goleiro Manuel Neuer, aos 27 do segundo tempo, se isolando ainda mais na artilharia da Euro, agora com seis gols.

Com outra grande atuação na Eurocopa, o atacante do Atlético de Madri vem mostrando que conseguiu dar a volta por cima da traumática derrota na final da Liga dos Campeões para o arquirrival Real Madrid, em maio, quando perdeu um pênalti no primeiro tempo.

Além do brilho individual de Griezmann, o técnico da França, Didier Deschamps, armou uma equipe que soube aguentar a pressão da forte Alemanha e aproveitar as poucas chances que apareceram.

Convencido pela ótima atuação da equipe contra a Islândia, pelas quartas de final, Deschamps optou por repetir a escalação da equipe, deixando no banco o volante Kanté e o zagueiro Rami, titulares da equipe no início da competição, mas que ficaram de fora da disputa contra os islandeses por suspensão.

Com isso, Umtiti, novo reforço do Barcelona, seguiu fazendo dupla de zaga com Koscielny, enquanto Sissoko, bom tanto no apoio ao ataque como na recomposição defensiva, foi escalado no meio al lado de Matuidi, Pogba e Payet. Mais à frente, nenhuma surpresa: Griezmann, um pouco mais recuado, e Giroud como centro-avante.

Do lado alemão, Low se viu obrigado a mexer na equipe devido à ausência de diversos jogadores. Mexer na equipe para se adaptar melhor ao time adversário, porém, sempre foi uma característica do técnico alemão.

Com o zagueiro Hummels suspenso e o volante Khedira machucado, Low deixou de lado o esquema com três zagueiros usado para segurar o contra-ataque da Itália, escalando como titulares pela primeira vez na Euro-2016 o veterano Schweinsteiger e Emre Can, fortalecendo o meio de campo que já contava com os ótimos Ozil, Kroos e Draxler. No ataque, Müller virou centro-avante com a lesão de Mario Gomez.

Resumindo: duas equipes espelhadas em campo num 4-2-3-1, apostando em meio de campos populosos e físicos para tentar controlar o jogo.

- Domínio alemão, gol francês -Apoiados pela torcida francesa, inflamada com o canto da 'Marselhesa' antes da partida, os 'Bleus' entraram em campo mordidos, imprimindo uma pressão forte na Alemanha, algo raro de se ver contra a atual campeã do mundo.

A primeira grande chance da partida veio dos pés de Griezmann, que tabelou com Matuidi, recebeu na entrada da área e chutou colocado. Neuer foi buscar e salvou a 'Mannschaft'.

A euforia francesa, porém, rapidamente se transformou em temor. A Alemanha foi acalmando o jogo, impondo seu toque de bola e com 15 minutos de jogo já não deixava o rival respirar.

Lloris precisou imitar Neuer e salvar sua pátria duas vezes, primeiro em chute rasteiro de Can, aos 16, e em seguida em bomba de Schweinsteiger, aos 34, foi a vez de Umtiti travar chute de dentro da pequena área de Müller, que estava pronto para desencantar na Euro.

Acuada e assustada, a França não encontrava soluções para chegar ao ataque, com Griezmann muito recuado, obrigado a ajudar na marcação do meio de campo alemão.

Mas, para sorte da França, o ditado brasileiro "Quem não faz, leva" também parece existir na Alemanha.

No último lance do primeiro tempo, em cobrança de escanteio alçada na área, Evra cabeceou e o veterano e capitão Schweinsteiger, em sua 38ª partida em Euro ou Copa do Mundo -um recorde-, pecou pela infantilidade, subindo para dividir com o braço. A bola pegou na mão do meia do Manchester United e o árbitro se viu obrigado a dar o pênalti.

Griezmann foi para a cobrança, tirou de Neuer e foi comemorar com a torcida francesa seu quinto gol na Euro.

- Griezmann brilha -O gol acabou não mudando o panorama da partida no segundo tempo. A Alemanha, que já dominava a posse de bola e criava as melhores chances de gol, continuou mandando no jogo, enquanto a França se defendia em busca de um contra-ataque para selar a vitória.

Apesar da superioridade com a bola no pé, realmente não era dia da Alemanha, que viu o zagueiro Boateng, peça fundamental do sistema defensivo e importante na saída de bola, sentir lesão na coxa e sair lesionado aos 16 minutos. Mustafi entrou no lugar do gigante do Bayern de Munique.

Vendo que o sistema defensivo da Alemanha estava debilitado e com o intuito de tentar agredir o gol de Neuer, e não só segurar o placar, Deschamps acabou fazendo uma alteração que mudou o jogo.

Aos 26, o volante Kanté, especialista em marcação, entrou no lugar de Payet, uma mudança que liberou Pogba para atacar. Não demorou para o meia da Juventus, tido como um dos melhores jogadores do mundo, mostrar todo seu talento ofensivo.

No minuto seguinte à substituição, a Alemanha errou na saída de bola, Pogba roubou e passou como quis pela marcação de Mustafi antes de cruzar na área.

Neuer tentou afastar o perigo, mas não chegou inteiro na bola e Griezmann, na marca do pênalti, apareceu para dar um toquinho e marcar seu sexto gol na Euro, disparando na artilharia do torneio.

Desesperada e eliminada, a Alemanha tentou de tudo para encontrar um gol que a recolocasse no jogo, mas a falta de pontaria continuou assombrando a equipe, que, no último lance do jogo, viu uma forte cabeçada de Kimmich ser defendida por Lloris.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo