Esporte

Serena volta a defender igualdade de premiações entre homens e mulheres

07/07/2016 15h54

Wimbledon, Reino Unido, 7 Jul 2016 (AFP) - A americana Serena Williams, número um do tênis feminino, reiterou nesta quinta-feira que mulheres "merecem a mesma premiação que os homens", depois de garantir sua classificação para a final de Wimbledon pela nona vez da sua carreira.

"Com certeza, merecemos os mesmo ganhos", sentenciou a tenista de 34 anos, depois da sua vitória arrasadora sobre a russa Elena Vesnina (6-2 e 6-0) em apenas 48 minutos, a mais rápida da história para uma semifinal do torneio londrino.

Em Wimbledon, as premiações só passaram a ser iguais no masculino e no feminino em 2007. A medida, porém, chegou a ser alvo de críticas, já que os homens costumam passar mais tempo em quadra, por disputar partidas no melhor de cinco sets, contra três das mulheres.

"Se você escrever uma matéria curta, você não acha que merece um salário igual ao do colega que está atrás de você?", indagou Serena, respondendo à pergunta de um repórter sobre o assunto.

"Gostaria que o público, a imprensa e os outros atletas em geral nos respeitassem mais, nós mulheres, pelo que somos e por tudo que alcançamos", insistiu a líder do ranking.

A americana já defendeu a causa no passado, considerando "decepcionantes" críticas do sérvio Novak Djokovic, número um do mundo no masculino, sobre a igualdade de premiações.

"As estatísticas mostram que jogos masculinos atraem muito mais espectadores. Acho que o tênis masculino, a ATP, deveria lutar por premiações maiores", tinha afirmado 'Nole' em março, antes de voltar atrás e pedir desculpas.

"Tudo isso é ridículo. Novak pode pensar o que quer, mas se ele tivesse uma filha, queria vê-lo dizer a ela que seu irmão merece mais dinheiro. É uma comparação injusta", rebateu Serena na época.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo